Artista plástica traduz belezas de Portugal em pinturas em tela

Pensando em cada detalhe, Eliza Pecin resolveu tentar criar obras de arte que pudessem retratar um pouco do que a conquistou pelo país

OSLAINE SILVA - Da Redação • 13/03/2018 10:51:33

. Foto: José Reis, Exposição "Portugal em telas" conta com 19 obras que podem ser vistas até o dia 8 de abril, no Centro Cultural Matarazzo

Quem conhece, geralmente diz ser difícil falar sobre as belezas de Portugal espalhadas ou divididas em todo o seu território, seja na capital do país, no interior, litoral ou em suas ilhas. E esse foi o mesmo discurso da artista plástica Eliza Pecin. Mas, pensando em cada detalhe do belo lugar, ela resolveu tentar criar obras de arte, em óleo sobre tela e acrílico, que pudessem retratar pelo menos um pouco de tudo que a conquistou pelo país europeu. E desde a semana passada, 19 telas podem ser apreciadas na mostra intitulada “Portugal em Telas”, pelo público em geral, gratuitamente, até o dia 8 de abril, na Galeria Takeo Sawada no Centro Cultural Matarazzo, em Presidente Prudente.

“Tentei retratar na exposição, modestamente, todo encantamento que a beleza de Portugal proporcionou em mim. E, se algo nos faz bem, penso que temos que dividir, compartilhar. Então, quem as observa pode fazer uma viagem imaginária até cada lugarzinho ou situação que pintei, como a Universidade de Coimbra e umas das belas ruas da vila de Óbidos, do distrito de Leiria. Algumas telas estão à venda”, expõe a gestora empresarial que diz ter no momento a pintura como um hobby.

Eliza comenta que seus sogros são descendentes de portugueses, Astrogildo de Almeida Santos (in memoriam) nasceu em Portugal e veio para o Brasil quando estava com 9 anos de idade e sua sogra, Tereza Ávila Santos é filha de mãe portuguesa e pai espanhol.

“Digamos que a exposição seja uma homenagem a eles. Fizemos uma viagem ao país e retornamos com belas imagens de lá na memória e no coração. Fiquei encantada pela quantidade de coisas bonitas, pela diversidade de belas paisagens por todos os lugares!”, exclama.

 

Herança paterna

Prudentina, Eliza morou por muitos anos na vizinha Presidente Bernardes e de volta a sua cidade natal, reside em um dos bairros mais tradicionais, na Vila Marcondes. Formada em Gestão Comercial, pela Unoeste (Universidade do Oeste Paulista), ela conta que o gosto pela pintura, assim como a prática surgiram ainda quando era criança. “Foi herança do meu avô paterno, João Pecin! Foi ele quem me inspirou. Gosto muito, pois o ato de pintar provoca uma sensação muito gostosa, bem estar e saúde. Agora, a Lyz [minha filhinha] é minha nova inspiração e já tenho em mente alguns projetos novos para em breve coloca-los em prática!”, salienta.

Eliza menciona que fez outras exposições no Parque Shopping Prudente, na Monalisa Joias e no antigo prédio da Biblioteca Municipal, que hoje abriga a Câmara Municipal de Presidente Prudente.

 

Serviço

Visitação pode ser feita de segunda-feira a sábado, das 8h30 às 22h, domingos e feriados a partir das 16h, na Galeria Takeo Sawada no Centro Cultural Matarazzo, em Presidente Prudente.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste