Aqueça o seu coração esquentando o seu próximo neste gélido inverno

  • 06/07/2019 04:00

Julho chegou e com ele o inverno deu o ar da graça em toda a região Sudeste do país nesta primeira semana do mês. Nos noticiários em geral estão as informações de uma frente fria grande com chuvas, ventos fortes congelantes, e acentuada queda das temperaturas até então bastante quentes. Existe, inclusive, conforme o Climatempo, e que foi publicado na edição deste diário, ontem, a possibilidade de geada em várias localidades do Brasil. E Presidente Prudente e região estão na rota. O que entristece para quem tem um bom coração é saber que lá fora de seus lares estão inúmeras pessoas que não têm agasalhos (roupas, cobertores, calçados) e nem comida suficientes para aquecer os seus corpos. E não queira se enganar ou justificar que isso esteja distante. Não, não precisa ir muito longe para que este cenário seja comprovado. Basta não andar de nariz empinado pelas ruas de Presidente Prudente, principalmente na área central e alguns pontos da linha férrea, por exemplo, que testemunhará essa cruel realidade.

Tudo indica que 2019 será marcado por um inverno mais rigoroso, mais acentuado que em anos anteriores. Então, que tal colocar a mão na consciência, abrir os armários e gavetas e separar aquilo que não está usando mais? Não temos o direito de julgar essas pessoas que vivem em situação de calamidade nas ruas. Não sabemos o que as levou até essa vida. A viver na miséria, embriagando-se, drogando-se, descalças, sujas, maltrapilhas, com dores, fome...

O ser humano precisa ser humano e olhar o outro igualmente ainda que ele seja ou esteja em condições diferentes. É preciso se doar mais. Olhar nos olhos. Pegar na mão. Sorrir, desejar um bom dia, boa tarde, boa noite e por que não um prato quente de sopa? Um bolo fresco, um pão com manteiga, um leite com café!

Foi veiculado em várias redes sociais, jornais uma bela ação no No Rio Grande do Sul. Dois dos maiores rivais no mundo do futebol, Internacional e Grêmio, mostraram que nessa hora o que fala mais alto é o amor, a compaixão, o respeito pelo outro, pela vida. Sabendo da pre3visão de que teria uma das madrugadas mais frias os times se uniram com a prefeitura e juntos se mobilizaram para uma das maiores ações de acolhimento da capital Porto Alegre: abrigar centenas de moradores de rua no Gigantinho, servir sopa quentinha, colchões e espaço até para receber seus animaizinhos para se protegerem do temível frio.

Outros exemplos poderiam ser citados porque existem sim muitas pessoas engajadas em ações em prol dos menos favorecidos. Mas, é preciso mais. Muito mais iniciativas, como campanhas antecipadas de arrecadações de roupas, sapatos, alimentos para que chegando nesse período possam ser ofertadas de imediato.

Não deixe o seu coração ser congelado pela falta de amor ao próximo. Não sabemos a dor que o outro sente. Mas, podemos com certeza ter ideia do frio e da fome que ele pode estar sentindo.