Após novo revés, Osvaldo Cruz anuncia técnico

esporte

| JULHIA MARQUETI - Especial para O Imparcial

O Osvaldo Cruz iniciou a sexta rodada do Campeonato Paulista da Segunda Divisão como líder do grupo 1, mas não foi assim que permaneceu na tabela quando terminou a partida de sábado, no Estádio Breno Ribeiro do Val, Brenão. Enfrentando o Santacruzense, em casa, o Azulão se encontrou com a segunda derrota seguida na competição e, com o placar de 3 a 1, caiu para a terceira colocação da tabela. Além da mudança de posição na chave, o final de semana marcou outra alteração na equipe, com a chegada do novo treinador, Rogério Delgado. O diretor de esportes, Alberto, que seguia como técnico interino desde a saída de Luciano Baiano, no dia 17 de abril, volta para seu papel principal no clube.

O anúncio oficial do novo treinador ocorreu ontem, pelas redes sociais do Azulão. Mas a apresentação para toda a impressa ocorre hoje na parte da manhã, com entrevista coletiva. Rogério Delgado já mostra confiança antes mesmo de assumir, efetivamente, o comando do Osvaldo Cruz. “Estou muito feliz em poder retornar ao clube ao qual, no meu primeiro trabalho como membro de comissão técnica, tivemos o acesso pra série A-2”, conta, relembrando sua passagem em 2009 pelo Azulão.

Motivado pelo desafio, o novo treinador é agradecido ao presidente da equipe e almeja nada menos que o acesso. “Agradeço ao presidente Rubens [Romanini] pela confiança depositada em mim e estou voltando com confiança de que temos e podemos conquistar novamente o acesso. Esse é o grande objetivo: o acesso à Série A-3”, destaca o novo técnico.

Currículo

Atacante entre 1992 e 2008, Rogério Delgado acumula passagens por diversos times do Estado de São Paulo, como Olímpia, Nacional, Francana, Votuporanguense, Rio Branco, Santo André, ECO Osasco, Flamengo de Guarulhos e Mirassol. Jogando também pelo Londrina (PR), Ceará (CE) e Tubarão (SC).

Após encerrar a carreira como jogador, ele logo iniciou a vida em comissões técnicas e como treinador. Desde então, passou pela Associação Desportiva Guarujá (SP), em 2008. No ano seguinte, em 2009, pelo Osvaldo Cruz. No mesmo ano iniciou trabalhos no Grêmio Esportivo Osasco (SP), onde permaneceu até 2010. Em 2011, trabalhou no Guariba Esporte Clube. Dois anos após, em 2013, teve passagem rápida pelo Rio Preto. De 2016 até 2017 foi contratado pelo Flamengo de Guarulhos, quando passou pelo Votuporanguense e agora inicia seus trabalhos no Osvaldo Cruz.

Sobre o jogo

No jogo de sábado, os 15 minutos iniciais foram de chances claras para os dois lados e não mostrava a desigualdade que seria causada ao decorrer da partida. Logo no início, na melhor chance para o Azulão, Vitor desperdiçou um pênalti para o time da casa. No momento, o Santacruzense se fechava bem na defesa e o Azulão contava com o talento individual de Alan Miranda para furar o bloqueio, buscando um novo pênalti, esse convertido por Baiano. Porém, a comemoração durou apenas dois minutos, quando Vinicius se aproveitou de uma bobeira da zaga do Osvaldo Cruz e empatou.

A etapa final foi dominada pela equipe visitante e, mesmo sem criar inúmeras oportunidades, o Santacruzense, quando chegou ao gol adversário, matou o duelo. Aos sete minutos, Vinicius aproveitou lançamento que contou com desvio do meia Lucas e virou o placar. Aos 23, foi a vez de Lucas surpreender, cobrar uma falta direto para o gol e dar números finais à partida. No fim, o Azulão pressionou e o goleiro Rodrigo, com três milagres, segurou o resultado. Terminando assim, em 3 a 1 para Santacruzense.

Para o então técnico interino, Alberto, o time do Osvaldo Cruz tem que treinar muito mais, mesmo após ter sido sua melhor semana de trabalhos na equipe. “A semana foi a melhor que tive, os erros que cometemos hoje é de responsabilidade minha, a gente tem que trabalhar mais. Acontecem erros que as vezes não esperamos, dois pênaltis e só um convertido. Três jogadas numa bola e fomos surpreendidos. Uma série de fatores que contribuíram para a derrota”, afirmou.

A Santacruzense chegou a 12 pontos e segue como o único invicto do grupo 1, com três vitórias e três empates. O Osvaldo Cruz, que fazia uma bela campanha na competição, vê a fase mudar e acumula a segunda derrota seguida, caindo para a terceira colocação da tabela.

Comente com o editor

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste