Teodoro Sampaio

Após briga, mulher é morta com barra de ferro

De acordo com a Polícia Civil, suposto autor é marido da vítima, que havia se alterado após ela confessar traição

ROBERTO KAWASAKI - Da Redação • 09/04/2018 19:17:49

Na madrugada de domingo, o assassinato de uma mulher foi registrado na Vila Furlan, em Teodoro Sampaio. De acordo com a Polícia Civil, após ingerir bebidas alcóolicas, Rosimeire Francisca dos Anjos, 32 anos, confessou ao marido uma traição. Inconformado com o ocorrido, ele supostamente sufocou a mulher com uma barra de ferro, utilizada em construções. Após a ação, ele fugiu, mas compareceu à delegacia, onde se entregou.

Segundo informações do delegado titular da Delegacia de Teodoro Sampaio, Edmar Rogério Dias Caparroz, o homem de 34 anos contou à polícia que na noite de sábado, havia ingerido bebida alcóolica com a companheira e que, em determinado momento, iniciaram uma discussão, pelo fato de a mulher ter confessado uma traição.

Transtornado com a situação, o delegado explica que o homem pegou o filho de 1 ano e 4 meses, e o levou até a casa de sua mãe. Neste momento, confessou aos agentes que já planejava assassinar a mulher em casa por conta da traição.

Ao voltar para a residência, encontrou a vítima deitada no chão da sala pelo estado de embriaguez. Com uma barra de ferro, ele pressionou o pescoço da vítima contra o chão e, para que ela não gritasse por socorro, colocou uma camiseta em sua boca para abafar o som. O delegado conta que ao perceber que a vítima estava morta, o rapaz voltou para a casa da mãe e confessou a ela o que havia feito.

Devido ao crime, ele fugiu com uma bicicleta e se escondeu em uma construção, onde permaneceu até o amanhecer. Ao entrar em contato com a família, pensou na possibilidade de se entregar. Convencido pelos familiares, a mãe o levou para se apresentar na delegacia, onde confessou o homicídio. Ele recebeu voz de prisão e foi submetido a uma audiência de custódia, onde aguarda encaminhamento para o CDP (Centro de Detenção Provisória) de Caiuá. O delegado explica que o casal sempre teve um convívio conturbado, e são diversos os boletins de ocorrência de violência doméstica. Rosimeire foi sepultada hoje, às 11h, no Cemitério Municipal de Teodoro Sampaio.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste