Apesar da crise, fluxo em aeroporto é estável

Movimento passou de 258.167 passageiros no acumulado de 2016 para 256.883 em 2017; Aviesp diz que redução é “inexpressiva”

ANDRÉ ESTEVES - Da Redação • 03/02/2018 11:22:54

O Aeroporto Estadual de Presidente Prudente fechou o ano de 2017 com um acumulado de 256.883 passageiros, 0,49% a menos do que no mesmo período de 2016, quando foram registradas 258.167 pessoas. Em ambos os anos, o número de usuários que embarcaram ou desembarcaram no local ultrapassa a estimativa populacional do município, que é de 225.271 habitantes, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Em consonância, caiu de 10.846 para 10.622 o total de voos realizados no mesmo comparativo, entre pousos e decolagens, o que demonstra uma baixa de 2,06%. Os dados foram disponibilizados pelo Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo), vinculado à Secretaria de Logísticas e Transporte do Estado de São Paulo.

Para o diretor regional da Aviesp (Associação das Agências de Viagens Independentes de São Paulo), Marcos Antônio Carvalho Lucas, pode-se dizer que a queda de passageiros verificada é “inexpressiva” e o fluxo se mantém estável na cidade, o que é positivo para Prudente, uma vez que outras praças há notícia de redução no movimento.

O representante pondera que, diante do cenário financeiro recessivo, sobretudo no primeiro semestre do ano passado, com ligeira recuperação no segundo, o segmento pode se dar por satisfeito, tendo em vista que um recuo maior poderia ser esperado. Para 2018, Marcos Antônio acredita que as viagens aéreas deverão ser mais visadas, até mesmo por conta da recuperação gradual da economia. “Já sentimos isso principalmente com a estabilidade do dólar. Os cruzeiros marítimos, por exemplo, estão com excelente ocupação nessa temporada, o que é um indicativo de retomada, pois hoje são sete navios navegando na costa brasileira”, expõe.

 

Diante do cenário financeiro recessivo, sobretudo no primeiro semestre do ano passado, com ligeira recuperação no segundo, o segmento pode se dar por satisfeito

Marcos Antônio Carvalho Lucas,

DIRETOR REGIONAL DA AVIESP

 

Com o objetivo de otimizar o serviço prestado pelo aeroporto de Prudente e torná-lo mais confortável para os usuários, o presidente do CDR (Centro de Estudos para o Desenvolvimento Regional), Mauro Bragato, e o prefeito Nelson Roberto Bugalho (PTB) se reúnem, na segunda-feira, com o superintendente do Daesp, Fábio Calloni, para tratar sobre os investimentos anunciados para o aeródromo da cidade. Bragato explica que o departamento realiza, com recursos do Estado, reformas pontuais no complexo, no entanto, já existia a promessa do governo federal de uma intervenção mais ampla e que, por ora, ainda não foi viabilizada. Ele esclarece que há um projeto feito pelo Daesp e sua execução custaria em torno de R$ 20 milhões – cifra que dependerá da disponibilidade orçamentária da SAC (Secretaria de Aviação Civil).

Bragato aponta que a importância de reivindicar tais recursos está no fato de que o aeroporto de Prudente é uma “porta de entrada” para a cidade, posto que o avião se tornou um modal de transporte muito visado, principalmente pelo setor que investe na região. “Otimizando o nosso aeroporto e tornando-o mais importante e confortável, será possível reivindicar mais voos no futuro”, comenta.

A respeito da demanda federal, este periódico noticiou, em 2014, a abertura de um processo licitatório para um pacote de obras voltado a 19 aeroportos da rede do Daesp, entre os quais estava incluso o de Prudente. Na ocasião, foi anunciado que o local seria contemplado com a construção de um novo terminal de passageiros, novo pátio de aeronaves e reforma e ampliação da seção contra incêndio, sendo que as obras seriam executadas por meio do Programa de Incentivo aos Aeroportos Regionais. Procurado, o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil informou que o aeroporto de Prudente está dentro da carteira de projetos da pasta federal, no entanto, ainda não entrou para a lista dos priorizados para receber investimentos. “Assim que houver disponibilidade financeira, o programa será avançado para os demais aeroportos, mas, por enquanto, não há previsão de quando isso deve ocorrer”, comunica.

 

NÚMEROS

256.883

pessoas passaram pelo aeroporto de Prudente em 2017

258.167

passageiros embarcaram ou desembarcaram em 2016

10.846

voos foram realizados no município no ano retrasado

10.622

pousos e decolagens foram feitos no ano passado

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste