Pelo nono ano

APE oferece “Um canteiro para cada um” no 1º sarau de 2019, às 19h30 desta noite, no Matarazzo

Música, leitura de textos, encenação teatral... arte com gente que faz. Isso é o que esse encontro oferece aos seus participantes, artistas anônimos que se encontram todo terceiro sábado de cada mês

  • 19/01/2019 07:00
  • OSLAINE SILVA - Da Redação

Em algum distante planeta, azul, girando em torno do sol, e iluminados com percepção e criatividade, o olhar de cada artista expressa sua inquietação, liberto, reatando a sensibilidade e dando sentido à vida em todas as suas emoções. Esta é a resenha do Sarau Solidário deste janeiro realizado pela APE (Associação Prudentina de Escritores), às 19h30 no Centro Cultural Matarazzo, em Presidente Prudente. A entrada é um quilo de alimento não perecível que será entregue ao S.O.S. Criança.

“Chegamos animados para este ano ímpar. Muita gente para compartilhar momentos inesquecíveis em seu nono ano abraçando temas variados, sempre pertinentes com a dinâmica da vida, transformadora, silenciosa, gritante”

Carlos Francisco Freixo

presidente da APE

Música, leitura de textos, encenação teatral... arte com gente que faz. Isso é o que esse encontro oferece aos seus participantes, artistas anônimos que se encontram todo terceiro sábado de cada mês, pelo nono ano.

“Eita que chegamos animados para este ano ímpar. Muita gente chegando para compartilharmos momentos inesquecíveis, para reiniciarmos com disposição esse projeto que segue em seu nono ano com produções sempre interessantes e abraçando temas variados, sempre pertinentes com a dinâmica da vida, constante, cortante, mutável, transformadora, silenciosa, gritante”, alegra-se o presidente da associação, Carlos Francisco Freixo.

O professor poeta diz que percebem que os momentos não se repetem. Por isso caminham e abraçam a arte sempre necessária para que percebam que é preciso seguir e compartilhar as necessidades de fazer questionamentos, abrir sorrisos, quebrar a rotina e perceber que pertinho de nós a arte se apresenta para que nossa rotina seja quebrada, para que os amigos se encontrem, para cantarem, narrarem histórias, para saber que Presidente Prudente e região têm seus talentos. E que estes compartilham emoções renovadas.

“É isso. Estamos prontos. E a APE traz para este encontro, parceiros de Osvaldo Cruz como a dupla De Viola & Mariel, além de José Brás de Oliveira, escritor, compositor e diretor de cultura daquela cidade. Nesta linha seguimos com Kazu Reis e Cida Ajala. Como no sarau a variedade é nossa marca, também se apresentam na linha de MPB [Música Popular Brasileira], com músicas autorais os parceiros Júlio César Vidotto, Cláudia Mungo e Jotacê Cardoso. E, como dia 15 foi o Dia do Compositor, lembramos nossos talentos que devemos sempre aplaudir”, ressalta Freixo.

A cenografia do espaço como sempre terá a assinatura de Celso Aguiar, enquanto o fotógrafo Maurício D’s registra cada momento.

 

Em fevereiro

O próximo encontro da turma será no dia 16 de fevereiro trazendo o tema “A arte está no ar”. Na resenha: Inspirada e transpirada, a obra já não pode acomodar-se e precisa alcançar todos os sentidos humanos. Portanto, abandona a mente, os arquivos, os projetos dos artistas para promover a emoção, a reflexão, a evolução humana.

 

Serviço

Quem deseja saber mais sobre o Sarau Solidário da APE (Associação Prudentina de Escritores) basta enviar um para sarau.ape@gmail.com.

 

 

ESCRITORES E POETAS

Aparecida Gianello, 

Apparecida Soares Correia,

Carlos Francisco Freixo,

Célia Marli Raimundo,

Cleusa Cardoso,

Eliane Vani Ortega,

Felipe Andrade Farah

Helena Cararo,

Maleno Maia,

Cida Girotto, 

Maria Aparecida Pereira De Souza,

Miguelina Ramos, 

Neucélia Felix, 

Paulo Roberto Brancatti,

Rafael De Campos,

Rodrigo Campos e

Wilians Ventura