Alerta e preocupação

  • 29/02/2020 04:39
  • DA REDAÇÃO

Coronavírus é o nome de uma família de vírus que têm formato de coroa. Eles causam infecções respiratórias e já provocaram outras doenças. E é algo que tem causado preocupação para as pessoas do mundo todo. Um vírus que espanta e assusta. Que causou mortes e é avassalador. Algo novo, que muitos desconhecem.

O MS (Ministério da Saúde) decidiu antecipar a campanha de vacinação contra gripe para 23 de março por conta da doença. O Brasil teve o primeiro caso confirmado na quarta-feira. O paciente é um empresário de 61 anos, que esteve na Itália entre os dias 9 e 21 deste mês. A data inicial da campanha estava prevista para o fim de abril. Ontem, o órgão federal anunciou que realizará uma campanha publicitária para reduzir o risco de transmissão do novo coronavírus. Segundo a pasta, o foco da ação será nos hábitos de higiene e nas precauções sobre contato físico entre as pessoas. Há ainda 182 casos considerados suspeitos no Brasil. Até agora, 71 já foram descartados e um caso confirmado em São Paulo. Os números são atualizados a todo instante.

São muitas as informações em torno deste vírus e desta doença, o que tem ocasionado pânico na população. Então, vale o alerta e a preocupação. E, claro, a prevenção. Lave bem as mãos, utilize álcool em gel sempre que puder, cubra o nariz quando tossir e espirrar. Mantenha os ambientes ventilados e evite contato com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas. Todo cuidado é necessário.

Dados atualizados da OMS (Organização Mundial da Saúde) apontam para 82.294 casos de coronavírus pelo mundo, deste total, são 1.185 novos casos. Desde o dia 24 deste mês, 16 países são considerados suspeitos: Austrália, China, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Camboja, Filipinas, Japão, Malásia, Vietnã, Cingapura, Tailândia, Itália, Alemanha, França, Irã e Emirados Árabes. Assim, se você tem alguma viagem para um destes locais, é bom rever se vale a pena. Os consumidores que compraram passagem aérea ou pacote turístico com destino para algum país que tenha casos comprovados de pacientes infectados com o vírus, devem procurar o Procon caso decidam cancelar ou postergar sua viagem em razão da preocupação com o coronavírus. Todo cuidado é pouco. Saúde em primeiro lugar.