CONFESSOU O CRIME

Adolescente diz ter recebido ordens para roubo em Pirapozinho

Jovem de 17 anos prestou depoimento na Polícia Civil, juntamente com uma testemunha que afirmou ter conhecimento da ação dos criminosos, ocorrida em março

  • 03/05/2019 10:57
  • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

O adolescente de 17 anos investigado por roubar o dinheiro transportado pelo funcionário de um frigorífico, em Pirapozinho, confessou à Polícia Civil que recebeu ordens de uma pessoa para cometer o crime. Segundo os investigadores, o rapaz alegou que tomou conhecimento da quantia por meio “de um contato”, o que resultou na ação criminosa. O motorista que conduziu o veículo durante a fuga deverá prestar depoimento nesta tarde.

Ainda, foi ouvida uma testemunha que afirmou ter conhecimento da ação criminosa. De acordo com a polícia, o menor passou a noite em cárcere e será conduzido ainda hoje à Fundação Casa (Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente), em Adamantina. Como noticiado por esta diário, a dupla acusada pelo crime foi detida ontem durante a operação denominada Pecus (do latim, gado, em alusão ao crime referente ao frigorífico) que cumpriu dois mandados de busca em São Paulo (SP), um em Taboão da Serra (SP) e outro em Bauru (SP). 

Ação criminosa

O crime ocorreu no dia 3 de abril. Como noticiado por este diário, dois homens assaltaram o funcionário de um frigorífico no início da tarde, enquanto o mesmo seguia a uma agência bancária no centro da cidade. De acordo com as informações da Polícia Militar, além de levar R$ 112 mil que a vítima estava portando, um dos indivíduos ainda efetuou um disparo com arma de fogo na mão do rapaz e fugiu em um veículo.

Conforme a investigação da Polícia Civil, o suspeito do disparo é o adolescente de 17 anos, que também subtraiu a maleta. Durante o andamento do caso, os agentes chegaram a suspeita de que o outro homem detido nesta manhã em São Paulo seria o proprietário do veículo utilizado na fuga.