Sem previsão Acesso a balneário continua interditado

 12/01/2018  - GABRIEL BUOSI - Da Redação

A A A

O acesso de banhistas ao Balneário da Amizade, em Presidente Prudente, segue proibido pela Prefeitura, que não tem previsão de liberação, após o rompimento de uma tubulação de esgoto localizada nas proximidades do parque. De qualquer forma, o local continua em funcionamento para demais serviços oferecidos. A Administração, por meio de nota, esclarece que a decisão, mesmo com o conserto do problema por parte da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), se dá pela quantidade de entulhos levados pelas chuvas para dentro da água.

A suspensão temporária, conforme noticiado por este diário, se deu na tarde de quarta-feira, mesmo com o problema com a tubulação já finalizado, conforme informado pela Sabesp por meio de nota. “O solo cedeu por causa das chuvas dos últimos 20 dias, o que causou o rompimento da tubulação. Pedimos desculpas pelos transtornos causados”, esclarece o documento.

A decisão de, mesmo assim, manter a água sem acesso de banhistas, conforme a Prefeitura, deu-se pelo número de lixo, terra e entulhos, que prejudicaram a “balneabilidade”. “Permanecem liberados os demais espaços do parque, de quarta a domingo, das 7h às 21h. A limpeza geral das águas será feita por nossas equipes, que também vão solicitar a análise técnica por parte dos órgãos ambientais”, finaliza a Administração por meio de uma nova nota enviada ontem.

A reportagem entrou em contato por telefone na sede da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) para saber se o órgão já foi notificado ou se alguma medida foi tomada em relação à interdição do Balneário da Amizade, mas foi informada de que a responsável pela companhia, a gerente regional Shahine Paccola, estava em reunião durante toda a tarde. A equipe tentou, mesmo assim, contato por meio do celular, mas não obteve um retorno até o fechamento desta matéria.

Comentário