AI da Croeste - Salas de aula foram inauguradas em outubro

Foto: AI da Croeste - Salas de aula foram inauguradas em outubro

PÓS-EGRESSO

75 presas iniciam curso profissionalizante na Penitenciária de Tupi Paulista

A partir de segunda-feira, reeducandas poderão participar de aulas teóricas de pintura em prédios públicos; espaço foi inaugurado em outubro e conta com três salas

  • 16/11/2019 11:45
  • DA REDAÇÃO

A Escola Profissionalizante Pró-Egresso, da Penitenciária Feminina de Tupi Paulista, está a todo vapor! A partir de segunda-feira, o local já será utilizado por três turmas com 25 reeducandas cada, para aulas teóricas de pintura em prédios públicos pelo Programa Via Rápida. Com três salas, o lugar foi inaugurado em outubro e já vem sendo utilizado pelo projeto “Polvo do Amor” e pelo curso de horticultura.

A inauguração da escola ocorreu durante a cerimônia de abertura da Jornada da Cidadania e Empregabilidade do presídio, e conta com salas de aula com acessibilidade, biblioteca, sala de professores e sanitários, além de equipamentos como carteiras, cadeiras, bebedouros e ventiladores.

Conforme a Croeste (Coordenadoria das Unidades Prisionais da Região Oeste), a obra viabilizará aulas e cursos a reeducandas da ala do regime semiaberto pelo Programa Via Rápida, PEQ (Programa Estadual de Qualificação Profissional), EJA (Educação para Jovens e Adultos), Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego) e cursos da Funap (Fundação Professor Doutor Manoel Pedro Pimentel).

Cursos oferecidos

O projeto de qualificação profissional de mulheres presas “Polvo do Amor”, é uma oficina de crochê com técnica de amigurumi, quando 45 reeducandas confeccionam “polvos” para bebês de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) neonatal, como também, tocas, faixas de cabeça e turbantes para crianças e mulheres em tratamento de quimioterapia.

O trabalho tem a parceria do Poder Judiciário, que doa os materiais, cuja produção será entregue no final de novembro.

Na sala ao lado, outras 25 presas realizam um curso de horticultura, pelo programa Meu Emprego, promovido pela CRSC (Coordenadoria de Reintegração Social e Cidadania) e executado pelo Centro Paula Souza. As aulas, tanto teóricas quanto práticas, seguirão até o final do mês.

 

Saiba mais

A Jornada da Cidadania e Empregabilidade é uma realização da Secretaria da Administração Penitenciária, por meio do Grupo de Capacitação Aperfeiçoamento e Empregabilidade da CRSC, e tem como objetivo oferecer às reeducandas um conjunto de serviços essenciais para auxiliá-las na retomada da vida em liberdade, como emissão de documentos civis.