​​​​​​​Parada Festiva

68 instituições participam do desfile em comemoração aos 101 anos de PP, hoje

Amanhã, dando continuidade aos festejos, população está convidada a assistir o Concurso Interestadual de Fanfarras e Bandas, no Parque do Povo

OSLAINE SILVA - Da Redação • 14/09/2018 04:00:00

. Foto: Cedida: Maestro Carlos Binder, de Mauá, ministra workshop de ordem unida

Em comemoração ao aniversário de 101 anos de Presidente Prudente, o governo municipal realiza na manhã deste 14 de setembro, a Parada Festiva alusiva a importante data. A cerimônia de abertura será às 8h45, com o hasteamento das bandeiras defronte à Câmara Municipal. O desfile com a participação confirmada de 68 instituições (Que se inscreveram entre 24 de julho e 17 de agosto) começará às 9h na Avenida Washington Luiz. A concentração dos grupos que desfilarão será no cruzamento das avenidas Washington Luiz com a Brasil. A Secom (Secretaria Municipal de Comunicação) informa que o palanque com a presença de autoridades municipais como prefeito, secretários e vereadores, será montado defronte ao Colégio Cristo Rei.

O desfile terá início com a participação do Tiro de Guerra, seguido da Polícia Militar com cavalaria, escola de cadetes, veículos do helicóptero Águia. Em seguida, o público estimado em 20 mil pessoas apreciará a apresentação do Corpo de Bombeiros, das secretarias municipais de Saúde e Educação, frota de veículos da Prudenco, jardineira Andorinha (ônibus e jardineira); Banda Marcial do Colégio Cristo Rei, Banda da Escola Estadual Joel Antônio de Lima Genésio; clubes de veículos antigos, Clube do Fusca, Loucos por Opala e Caravan; Moto Clubes Sem Fronteiras e Amopp, grupos de escoteiros, colégios particulares, escolas públicas, entidades assistenciais, Fundação Mirim, Casa do Aprendiz Cidadão, Bebidas Funada, entre outras.

 

Batalha de bandas!

Amanhã, dando sequência às comemorações festivas, o Parque do Povo será palco do Concurso Interestadual de Fanfarras e Bandas de Presidente Prudente, das 15h às 22h. O evento, realizado pela Ocifaban (Associação Paulista de Fanfarras e Bandas) com apoio do governo municipal, será realizado na Avenida 14 de Setembro, esquina com a Avenida da Saudade até altura da Rua Donato Armelin.

Conforme Adolfo Tiago Ferreira Lima, o Tio Chimu, produtor cultural e representante da Secult (Secretaria Municipal de Cultura) no evento, 17 corporações musicais, em categorias diferentes, com mais de 1.200 integrantes estarão apresentando seus bonitos trabalhos na “batalha de bandas e fanfarras).

Ele explica que nesse formato, com caráter de competições é a primeira vez que ocorre na cidade, antes era realizado o festival, ou seja, mais exibições. Tio Chimu comenta que nesse molde, o concurso está programado para ser realizado em dez locais diferentes: em agosto ocorreu em São Vicente. Em setembro, dia 8 em Monte Alto e Guarujá; dia 15 em Prudente; dia 16 em Pedregulho; dia 23 em Santa Rita do Passo Quatro e dia 30 ainda não definido. Em outubro, dia 13 será em Ubatuba e dia 14 São Paulo capital. Em novembro, dia 4 em Tremembé, 24 em Cubatão e dia 2 de dezembro em SP de novo com todas as entidades.

Vale lembrar aos motoristas que devido ao festival, o trecho irá permanecer interditado das 7h às 23h, pela Semav (Secretaria de Assuntos Viários e Cooperação em Segurança Pública). Em caso de chuva o evento vai para dentro da quadra coberta

 

Vale a pena prestigiar

Reginaldo Henrique, conhecido no meio como Branco, 37 anos, é o presidente da associação. Ele explica que pela manhã, as corporações realizam seus ensaios técnicos e, simultaneamente, das 9h às 11h na quadra coberta terá um workshop de ordem unida (aspecto de posicionamento de marcha, de postura de garbo para regentes e integrantes de bandas e fanfarras) com o maestro Carlos Binder, de Mauá (SP) e quatro percussionistas da Seleção Brasileira de Percussão, Lucas Bidoia, Lucas Rosa, Augusto Santos e Zé Ricardo que abordarão a percussão rudimentar ou marcha americana. As inscrições podem ser feitas, no local.

“Trata-se de um evento familiar, logo a ideia é agregar a mão de obra local, artesanal, por isso uma feira de artesanato estará ocorrendo também, um convite ao público prudentino para ir assistir. Para se ter uma ideia, tem caravanas de corporações que não vão competir, inclusive de outros Estados, e que virão especialmente para prestigiar o evento”, enfatiza Branco.

 

Na avenida

O presidente da associação explica que critérios de julgamento das corporações vêm por um regulamento, que especificamente para o concurso de Prudente é discutido em um congresso técnico porque a Associação Paulista, qual ele preside é responsável para classificar as corporações para o Campeonato Estadual Paulista, então todos os critérios estabelecidos são discutidos e aprovados pelos próprios associados em congressos ordinários para esta finalidade.

Então no aspecto apresentação, por exemplo, serão avaliados marcha, garbo, alinhamento, cobertura, uniformidade instrumental. E, uma vez, aspectos técnicos que é quando a corporação chega ao palanque e forma uma meia lua de apresentação ela será avaliada na interpretação, percussão e aspecto técnico e, dentro destes têm subitens que também são avaliados.

 

“Se a própria cidade absorver essa cultura, participar do evento, com certeza nos próximos anos poderá receber novamente essa verba que veio após 20 anos sem investimento do Estado. Então reforçamos o convite”

Reginaldo Henrique, Branco,

presidente da Associação Paulista de Fanfarras e Banda

“Isso na parte musical porque também existe a parte do corpo coreográfico, avaliado por coreógrafos, parte de balizas que são as e os ginastas avaliados por profissional da área, o morde comando que é aquele comandante que entrega a corporação ao regente no palanque. Além do pelotão cívico estandarte que é baseado em uma lei militar de como se porta uma bandeira. Ou seja, tudo que se vê na pista de julgamento é avaliado”, acentua o presidente.

 

Falta cultura

Branco já trouxe vários títulos para o município com a banda do Colégio Cristo Rei, assim como campeonatos regionais, três paulistas e um brasileiro para Prudente, que não tem uma cultura de bandas e fanfarras, e na verdade ele não quer chamar a atenção do poder público, mas propiciar a população que tenha acesso a esse tipo de cultura que existe e muitos até desconhecem.

“São trabalhos de nível profissional de alunos que se dedicam da infância até a fase adulta compondo bandas e fanfarras de cidades que têm em suas políticas públicas o investimento nessa cultura tradicional. Esse evento é muito regrado que por experiência que em todo o país tem sempre muitas famílias. Hoje as crianças não tem isso, mas muitos pais e avós tiveram e vão porque sabem que resgata o saudosismo está implícito o espirito de cultura, a autodisciplina o civismo que são necessários para a formação integral do cidadão e da sociedade.

Branco enfatiza que embora seja um evento promovido pela associação, estão entrando 100% com recurso estadual que veio por meio de uma frente parlamentar. “Se a própria cidade absorver essa cultura, participar do evento, com certeza nos próximos anos poderemos receber novamente essa verba que veio após 20 anos sem investimento do Estado. Então reforçamos o convite”, destaca.

Atualmente Branco está à frente de dois projetos, segundo ele de fato funcionando no município, da banda do Colégio Cristo Rei e da escola Joel Antônio de Lima Genésio.

 

box

 

CORPORAÇÕES PARTICIPANTES

 

Banda Marcial do Colégio Cristo Rei - Presidente Prudente

Marching Band Junquinha Rodrigues - Presidente Venceslau (SP)

Banda de Percussão Sinfônica Infanto Som da Banda – Maringá (PR)

Banda de Percussão Sinfônica Sênior de Paranapoema (PR)

Banda de Percussão Juvenil Escola Estadual Joel Antônio de Lima Genésio – Presidente Prudente

Banda de Percussão Sênior da Bamam - Álvares Machado (SP)

*Apresentação Especial Banda Musical de Presidente Venceslau (SP)

Banda de Percussão Sênior Ângelos dos Esmeraldo -  São Vicente (SP)

Projeto Batucando na Comunidade – Mirandopólis (SP)

Corporação Musical Sênior de Viradouro (SP)

* Apresentação Especial - FACMOL – Orquestra de Sopros e Percussão de Pereira Barreto (SP)

Banda Marcial Infantil de Santo Inácio (PR)

Banda Metais Infanto Som da Banda Maringá (PR)

Banda metais Infanto de Lucélia(SP)

Banda Marcial Juvenil Cidade de Marília (SP)

Bamam – Banda Marcial Juvenil de Álvares Machado (SP)

Banda Marcial Juvenil Antônio Zocante – Presidente Epitácio (SP)

Banda Marcial Sênior Projeto Espaço Amigo de Irapuru (SP)

Bamur – Sênior – Banda Marcial Interescolar de Rancharia (SP)

FAIPA  Sênior – Banda Marcial Interescolar de Ipaussu (SP)

* Apresentação Especial - FACMOL – Orquestra de Sopros e Percussão de Pereira Barreto (SP)

 

 

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste