“FORAGIDOS”

43 presos não retornam às unidades após saída temporária

Na região de Presidente Prudente, 1.939 detentos foram beneficiados com a saída temporária no dia 3 de maio. Deste total, a pasta contabilizou o retorno de 1.896 (97,79%)

  • 12/06/2019 19:12
  • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

A SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) do Estado de São Paulo divulgou hoje o balanço referente ao benefício de saída temporária concedido aos sentenciados no Dia das Mães. Na região de Presidente Prudente, 1.939 detentos foram beneficiados com a saída temporária no dia 3 de maio. Deste total, a pasta contabilizou o retorno de 1.896 (97,79%). Isso significa que desde o dia 7 de maio, data prevista para a volta ao sistema prisional, 43 deles continuaram nas ruas e são considerados foragidos.

Conforme a pasta, a saída pode ser concedida em até cinco vezes ao ano e o prazo para retornar à unidade prisional não pode passar de sete dias. E para que a saída seja concedida, a autorização precisa passar por ato normativo do juiz de Execução, depois de ouvido o representante do MP (Ministério Público). Caso o detento não retorne à unidade prisional dentro do prazo estabelecido, o mesmo será considerado foragido e perderá automaticamente o benefício do regime semiaberto. Ou seja, quando recapturado voltará ao regime fechado.

 

Saída temporária do Dia das Mães

Unidade prisional

Total saída

Total retorno

Penitenciária de Lucélia + APP

85

83

Centro de Progressão Penitenciária de Pacaembu

1.250

1.229

Penitenciária Silvio Yoshihiko Hinohara de Pres. Bernardes

139

135

Penitenciária Wellington Rodrigo Segura de Pres. Prudente + ARSA

263

250

CR ASP Glaucio Reinaldo Mendes Pereira de Pres. Prudente

71

71

Penitenciária Zwiglio Ferreira de Pres. Venceslau

72

69

Penitenciária Feminina de Tupi Paulista + APP

59

59

Fonte: SAP