José Reis - Inauguração do 8º Baep ocorreu durante solenidade no CPI-8, em Presidente Prudente

Foto: José Reis - Inauguração do 8º Baep ocorreu durante solenidade no CPI-8, em Presidente Prudente

TROPA EM AÇÃO

285 homens do Batalhão de Ações Especiais de Polícia iniciam trabalhos na região

Solenidade de inauguração ocorreu hoje, na sede do CPI-8, em Presidente Prudente, e contou com a presença do governador do Estado de São Paulo, João Doria

  • 11/04/2019 20:29
  • ROBERTO KAWASAKI - Da Reportagem Local

A visita do governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB) a Presidente Prudente, na manhã de hoje, marcou o início do trabalho da tropa do 8º Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia), na sede do CPI-8 (Comando de Policiamento do Interior). Acompanhado de autoridades e representantes de Estado, Doria discursou para o público presente e tratou a segurança pública como prioridade durante o mandato. No total, 285 policiais militares passaram por treinamentos com a equipe do CPChq (Comando de Policiamento de Choque) que, em 32 viaturas, atenderão às ocorrências de maiores complexidades, sendo também um apoio ao policiamento ostensivo atuante.

“Aqui na região, agora, teremos policiais treinados e preparados para qualquer tipo de enfrentamento, no campo e na cidade, dentro da nova política de segurança pública do Estado de São Paulo”, salienta o governador. Na visita ao município, Doria também celebrou a inauguração de outros dois Baeps, o de São José do Rio Preto e de São Paulo, o que totaliza 8 batalhões no Estado. A meta é de que até o final da gestão sejam implantadas outras nove unidades.

O trabalho desenvolvido pelo Baep atenderá a 67 municípios das regiões de Assis, Dracena, Presidente Prudente e Presidente Venceslau. Os militares indicados foram escolhidos conforme o tempo de experiência, principalmente, na área operacional. De acordo com o tenente-coronel Carlos Vitor Negri da Silva, designado para comandar o Baep regional, a expectativa era de que a partir do meio-dia de hoje, uma equipe do batalhão já estivesse nas ruas, atividade que poderia se estender para outros municípios ainda na mesma data. “É importante destacar que o Baep vem para somar, pois são equipes que vão atuar como complemento ao policiamento”, salienta.

Padrão de choque

A criação das novas unidades foi anunciada por Doria no dia 8 de fevereiro. Além da sede do 8º Baep localizada no CPI-8, serão instaladas duas companhias do batalhão para atender à comunidade: a primeira será em Presidente Prudente e a segunda em Presidente Venceslau. Para implantação, o efetivo passou por treinamento entre 25 de fevereiro e 10 de abril. As atividades foram coordenadas pelo CPChq, e abordaram disciplinas específicas do padrão Rota (Ronda Ostensiva Tobias de Aguiar), do 2º e 3º batalhões de policiamento de choque, bem como do COE (Comando de Operações Especiais) e Gate (Grupo de Ações Tática Especiais).

Prioridade na segurança

Durante a visita, João Doria falou sobre as medidas que tomou logo no começo do mandato, em relação à segurança pública, enfatizando a prioridade nesta questão. Diante deste objetivo, aproveitou a vinda a Prudente para entregar o CDP (Centro de Detenção Provisória) I e II, de Pacaembu, com capacidades para abrigar 1.646 presos em regime fechado. Como noticiado por este diário, cada um dos novos estabelecimentos têm área construída de 11.514,18 m², conta com sistema automático para a abertura e fechamento das portas, equipamentos de segurança, incluindo raio-x, portal detector de metal e escâner corporal. “A polícia de São Paulo, fazendo jus ao fato de ser a melhor do Brasil, não dará espaço para nenhum tipo de crime no nosso Estado”, afirma Doria.