Marco Vinicius Ropelli - Atividade interativa anima jovens participantes que fazem questão de deixar o nome registrado

Foto: Marco Vinicius Ropelli - Atividade interativa anima jovens participantes que fazem questão de deixar o nome registrado

LITERATURA

10ª edição do FLITPP chega ao fim neste domingo

Reconhecendo o sucesso do evento, coordenador destaca que já é hora de avaliar acertos e erros deste ano, para se pensar em convidados e temas para o próximo

  • 17/08/2019 07:56
  • MARCO VINICIUS ROPELLI - Especial para O Imparcial

Amanhã, termina a 10ª edição do FLITPP (Festival Literário de Presidente Prudente) e, de acordo com o coordenador do evento, Murilo Tomiazi Misael, 37 anos, já é hora de iniciar os balanços da feira. Murilo afirma, ainda, não ter realizado cálculos de público e de vendas, no entanto, é fácil perceber o sucesso de mais uma edição do festival pelo movimento intenso e programações variadas.

“Já começamos analisar as atividades e entender se foram como pretendíamos, ou precisamos melhorar em algum ponto”, destaca o coordenador, enquanto exemplifica uma experiência bem sucedida, as intervenções artísticas sem local fixo, que caminham por todo o evento levando atividades culturais como a contação de histórias. Murilo completa afirmando que ontem foi o último dia do uso do cheque-livro, o valor de R$ 25 destinado a 2 mil alunos de escolas públicas para utilizarem em compras no FLITPP 2019. “Foram destinados R$ 50 mil a este projeto, é uma maneira importante de fomentar a cultura entre os mais humildes” completa.

Agora, os organizadores começam a pensar em temas e convidados para a próxima edição, se beneficiando, inclusive, dos contatos do mundo artístico e literário que conheceram durante este festival.

APE

Um destaque importante do Festival Literário é a banca destinada aos livros de escritores de Presidente Prudente associados à APE (Associação Prudentina de Escritores), um estande repleto de cultura produzida na cidade. Um dos associados da APE, Felipe Andrade Farah, 29 anos, enfatiza que o objetivo do espaço é dar visibilidade aos autores da região, que tem a mesma capacidade e competência dos famosos e estrelados. “A ideia é acabar com esse elitismo”, reforça. O jovem destaca ainda que as vendas vão bem e demonstram o interesse e curiosidade dos frequentadores por obras locais.

Literatura e saúde bucal?

Saúde e cultura podem parecer questões distantes, mas não são. A equipe de prevenção odontológica montou uma brilhante estratégia para conscientizar crianças, adolescentes e adultos sobre a importância da saúde bucal: atividades lúdicas. De acordo com as dentistas Maria Célia Costa e Jorcely Garcia de Moura, através de contação de histórias, teatro de fantoches e outras atividades, elas chegam com mais facilidade ao objetivo pretendido.

Destaque para a Árvore da Chupeta: chamativa e cor de rosa, propõe que a criança deixe sua chupeta pendurada nela em troca de um brinde, uma maneira, ao menos divertida das crianças largarem o tão querido apetrecho.

Interatividade

Neste ano, o FLITPP 2019 termina, mas deixa um legado, um muro onde os visitantes do evento deixam seu nome escrito, com marca que aproveitaram das ações culturais realizadas no Centro Cultural Matarazzo.

Os adolescentes vindos de escolas de Presidente Prudente e região se divertiam deixando no grande livro grafitado suas assinaturas. A interatividade se mostra importante ao simplesmente observá-la, pois é fácil perceber a euforia e satisfação dos estudantes ao se sentirem parte integrante do grandioso evento cultural. Hoje, o evento pode ser conferido das 8h30 às 22h, e, amanhã, das 14h às 22h.