COTIDIANO

Êxito da Campanha do Agasalho revela preocupação com o próximo

  • 17/05/2019 04:03

Depois de um começo de ano marcado por “sol ardido” e altas temperaturas, os dias no oeste paulista têm amanhecido mais frescos e os munícipes já estão vendo a necessidade de desenterrar as roupas de frio do fundo das gavetas. Para muita gente, a baixa nos termômetros certamente traz um alívio após uma temporada intensa de calor. No entanto, para outros, esse novo período pode ser acompanhado por dificuldades na hora de se agasalhar e se aquecer. Afinal, nem todos têm roupas apropriadas para se vestir neste momento ou dinheiro para adquirir peças novas.

Sendo assim, o Fundo Social da Solidariedade de Presidente Prudente realiza anualmente no município a tradicional Campanha do Agasalho, que conta com o apoio da comunidade para destinar vestuários e cobertores para famílias carentes do município. Neste ano, como não poderia ser diferente, a ação solidária foi mais uma vez promovida e culminou, por meio dos dois mutirões em bairros prudentinos, na arrecadação de 39.215 roupas e 651 cobertores, conforme noticiado hoje neste periódico. O montante foi entregue ontem, no Tiro de Guerra, para 21 entidades cadastradas junto ao Fundo Social, que agora poderão repassá-las para as famílias que mais necessitam dentro das áreas em que as instituições atuam.

Isso não quer dizer, no entanto, que a campanha chegou ao fim. Quem possui uma roupa que deixou de ser usada, mas que ainda se encontra em bom estado, pode passar para frente através dos 40 pontos de coleta distribuídos na cidade e que podem ser facilmente encontrados em postos de saúde, delegacias, escolas, entre outros órgãos e instituições. Agora, os itens recolhidos serão enviados para o Fundo Social da Solidariedade, que gradualmente distribuirá as peças para as famílias atendidas.

Graças a esse tipo de iniciativa, milhares de pessoas poderão enfrentar as baixas temperaturas de forma confortável e aquecida, o que revela a força que a população tem para fazer a diferença e contribuir para um mundo mais justo, igualitário e fraterno. Tão importante quanto o calor provido pelas roupas é o calor emanado por todos os corações que, juntos, tornaram a campanha possível.

Da Redação

Da Redação

Jornalista da Redação

PUBLICIDADE