José Reis - Prefeitura iniciou terraplanagem do terreno e equipe fará visita técnica nesta manhã de hoje

Foto: José Reis - Prefeitura iniciou terraplanagem do terreno e equipe fará visita técnica nesta manhã de hoje

MAIS PROTEÇÃO

Prudente dá início à construção do abrigo municipal de animais

Local terá capacidade para acolher 250 cães e gatos e a previsão de entrega é janeiro de 2020; projeto está em fase de terraplanagem e preparação da área

  • 12/03/2019 05:00
  • GABRIEL BUOSI - Da Redação

Está prevista para hoje, em Presidente Prudente, a visita de representantes da Prefeitura, incluindo o chefe do Executivo, Nelson Roberto Bugalho (PTB), ao local que sediará o abrigo municipal de passagem e acolhimento, com capacidade para acolher 250 cães e gatos. A partir do encontro é que será dado o pontapé inicial para a construção das edificações do projeto. A protetora e membro da Rede Proanimal, Valéria Ribeiro, afirma que a chegada do espaço representa a conquista de uma luta “antiga e muito grande”, mas lembra que deve marcar nos próximos dias uma reunião com a Semea (Secretaria Municipal de Meio Ambiente) para questionar informações que ainda não foram disponibilizadas, mas são “importantes”. “Duas pautas devem nortear o nosso encontro, sendo a funcionalidade do abrigo e a sua parte arquitetônica. Queremos entender também como será o processo de triagem e recepção dos animais”.

Conforme noticiado por este diário em novembro, a Prefeitura havia divulgado em edital o resultado da empresa que ganhou a licitação para a construção do espaço, sendo a Ação Ambiental Engenharia Ltda. Na ocasião, o titular da Semea, Wilson Portella Rodrigues, informou que o espaço será destinado aos animais que necessitarem, como os de rua ou sem capacidade para um atendimento, mas lembrou de que ele não deverá ser visto e nem utilizado como um depósito. “Os técnicos farão uma triagem de como o serviço será prestado e tudo isso será determinado por meio de um regulamento de funcionamento, mas que ainda não está pronto. Por isso, estamos fechando os detalhes”, afirmou o secretário. Ontem, a Prefeitura ressaltou que o documento ainda não está finalizado.

Conforme a administração, entre os trabalhos disponibilizados no abrigo municipal, que ficará na Rodovia Júlio Budiski (SP-501), estarão os tratamentos clínicos, vacinação, castração e adoção dos animais, entre gatos e cachorros, que passarão por cuidados de funcionários especializados que ainda serão contratados. “Amanhã, o prefeito e assessores do Executivo irão ao local onde está sendo construído o abrigo de animais. Atualmente, a obra está em fase de terraplanagem e preparação do terreno e a partir desta semana deve ser iniciada a construção das edificações”, informou ontem a Prefeitura.

A obra deve ser executada em aproximadamente 10 meses, portanto, segue provavelmente até janeiro do ano que vem, segundo a administração. Na placa que traz informações em frente à obra, o investimento da construção é de R$ 937.740,55.

Busca por informações

A protetora e membro da Rede Proanimal diz “estar animada” coma chegada do local e ressalta ver como privilegiada a situação de Presidente Prudente, que possui quantidade expressiva de voluntários e que são engajados com a causa protetora. Ainda sobre a importância do abrigo, ela afirma que o número de animais que ela tem em lares temporários, que em novembro era de 10, subiu para 13 em uma escala que não para de crescer. Daí a importância de um espaço adequado e que ofereça tal atendimento.

“É justamente sobre essa demanda grande e por nossa boa expectativa no abrigo que vamos comparecer amanhã [hoje]. Além disso, já temos um ofício que está pronto e será protocolado nos próximos dias, quando vamos solicitar uma reunião com o titular da Semea [Wilosn Portella Rodrigues] para buscar respostas de dois principais questionamentos: a parte arquitetônica e funcional da sede, para entendermos como ele deverá funcionar. Tudo isso deve ser pensado com muito cuidado e atenção, para que o atendimento seja ofertado de maneira correta”, informa.