Foto: Cedida - Além de estar à frente do projeto, Eduardo Pereira é maestro da Orquestra Sinfônica Brasileira

Foto: Foto: Cedida - Além de estar à frente do projeto, Eduardo Pereira é maestro da Orquestra Sinfônica Brasileira

CULTURA

Projeto Solar Musical seleciona professores

Na terça-feira serão conhecido àqueles que ministrarão as oficinas de violão, fanfarra, canto e coral, teatro e dança

  • 29/02/2020 06:00
  • THIAGO MORELLO - Da Redação

Depois de uma seleção inicial com a análise de 180 currículos, na próxima terça-feira será a hora de conhecer os nomes daqueles que estarão à frente das oficinas de violão, fanfarra, canto e coral, teatro e dança oferecido pelo Projeto Solar Musical, em Iepê, Narandiba e Paraguaçu Paulista. Na ocasião, serão concedidas nove vagas para o mesmo número de professores que farão parte da expansão do projeto na região do oeste paulista.

O maestro Eduardo Pereira, que também é coordenador pedagógico e artístico do projeto Solar Musical explica que a próxima etapa terá duas situações. “Primeiro eles trocam os instrumentos e depois, aplicam o plano de aula que foi apresentado anteriormente, na fase inicial, para avaliarmos”, frisa. Agora, restam apenas 25 professores candidatos. E no dia 4 de março, já sai a divulgação dos nomes, sendo a contratação para inicio imediato em 6.

Estes candidatos vieram de diversas cidades da região: Paraguaçu Paulista, Iepê, Narandiba, Presidente Prudente, Quatá, Rancharia, Assis, Candido Mota, Echaporã, Marília, Garça, Tarabai e Regente Feijó e demais região.

 

SOLAR

MUSICAL

Iniciado em 2018, patrocinado pela Cocal Energia Responsável, com incentivo cultural ProAC ICMS, do Governo do Estado, o Projeto Usina Solar teve o alcance de 400 alunos atendidos em oito oficinas. Para a edição de 2020, a perspectiva é atender a um número maior de alunos em mais de 14 oficinas: 600, conforme pontua o coordenador pedagógico.

O projeto tem parceria com a produtora de São Paulo, R.Margarida Produções, que realiza a direção geral e executiva. É uma empresa especializada na criação, desenvolvimento, produção e execução de projetos com caráter sócio cultural com o objetivo de tirar crianças e adolescentes da vulnerabilidade e garantir inclusão social e oportunidades de aprendizado e capacitações por meio de atividades culturais.

Para o maestro, é importante frisar que o efetivo é de inclusão social e sócio cultural, cujo objetivo fundamental é oferecer música, dança, teatro de forma gratuita com material didático e pedagógico. “O Projeto Solar Musical não só oferece de forma democrática o ensino das artes para estas crianças e adolescentes, mas também proporciona a oportunidade de trabalho à profissionais da região”, afirma Eduardo.

 

COM VOCÊS:

EDUARDO PEREIRA

Além de estar à frente do projeto, Eduardo Pereira é maestro da OSB (Orquestra Sinfônica Brasileira), um dos principais conjuntos sinfônicos do país, que, aliás, celebra 81 anos de atividade em 2020. Estudante de música desde os 7 anos, sem parar até hoje, passou por locais como a EMESP (Escola de Música do Estado de São Paulo - Tom Jobim), o Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos de Tatuí” e a Fanfarra da Escola de João de Deus, na zona sul paulista.

Hoje, o maestro também trabalha como diretor musical de alguns dos espetáculos da Music Produções Musicais. Mas para chegar até aqui passou por projetos como o Solar Musical, elaborado por ele mesmo. “Ser dessa origem e trabalhar por isso é uma forma de não só retribuir e passar isso para frente. Mas, de provar que esses projetos estão sendo feitos com responsabilidade financeira e pedagógica”, pontua o maestro.

Para quem quer conhecer um pouco mais do trabalho desenvolvido pelo maestro Eduardo Pereira, basta acessar o site maestroeduardopereira.com.br.