PASSADO E FUTURO

“É preciso disciplina”, afirma

Considerando as pequenas chances que os estudantes têm no interior, narrador dá conselhos

JULHIA MARQUETI - Especial para O Imparcial • 04/11/2018 05:02:00

Enquanto alguns se aposentam, outros sonham com a profissão de jornalista esportivo. Mesmo entendendo que o esporte é uma das paixões nacionais, são poucos aqueles locais que dedicam tempo para apurar e informar sobre o assunto, e com isso, a experiência na área vai ficando cada vez mais difícil.

O interior foi a primeira casa de Flávio Araújo no Jornalismo Esportivo, fato tal, o ex-narrador é muito grato em sua história. Mas atualmente, o mesmo lamenta a falta de espaço que dedicam a esta parte da profissão de jornalista e compara com o tempo em que começou a atuar. “Hoje ficou um pouco difícil a formação dos novos radialistas, infelizmente as redes são as culpadas. As emissoras do interior são pouquíssimas as que transmitem esportes. Na Rádio Bandeirantes, quando comecei, não havia ninguém que não fosse do interior, todos formados, e hoje é praticamente impossível”, afirma.

Mas, mesmo com os degraus mais longos para subir, Flávio fala que ainda tem jeito de chegar ao sucesso na profissão. “Estudar, estudar e estudar. Disciplina, disciplina e disciplina. Ler muito, jamais deixar de estar atualizar. O locutor nunca deve se preocupar exclusivamente com a partida que ele transmite, eu sempre coloquei informações culturais que enriquecem os ouvintes”, destaca Flávio, relembrando suas partidas fora do país, que informava até o idioma que era falado no local. “Dizia a população da Suécia, qual o idioma, procurava fazer um levantamento de informações que eu agregava no conteúdo. Então, uma dica é que pensem muitas pessoas que estão na audiência e que elas poderiam ser melhor informadas”, conclui.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste