Divulgação/Ricardo Camargo - Com 14 anos de carreira, cantora já percorreu diversos países

Foto: Divulgação/Ricardo Camargo - Com 14 anos de carreira, cantora já percorreu diversos países

“ÁFRICA VIVA”     

PP recebe amanhã cantora africana Fanta Konatê

Acompanhada por sua banda, artista combina os ritmos africanos djembês, dununs e ntamas, com guitarra, violão, sax e bateria; show ocorre às 14h30 com entrada franca

  • 29/08/2019 06:45
  • DA REDAÇÃO

Os ritmos africanos tomam conta da Área de Convivência do Sesc Thermas de Presidente Prudente nesta sexta-feira. Às 14h30, a cantora e bailarina Fanta Konatê agita o público com o show “África Viva”. Ela se apresenta por meio do projeto Do 13 ao 20: (Re) Existência do povo negro. A entrada é gratuita.

Fanta Konatê é cantora, bailarina e compositora de uma família de grande tradição artística, uma das mais representativas da arte tradicional malinkê, da região do Hamaná, localizada nas savanas da Guiné.

O sangue artístico presente nas veias da filha do mestre percussionista Famoudou Konatê também é refletido na dança. Exímia bailarina, é formada nos balés Hamaná, Fareta, Bolonta e Soleil d’Afrique da República da Guiné – conhecida também como Guiné-Conacri; e no estilo tradicional Sangbarala em sua aldeia natal, na Alta Guiné. Além disso, ministrou aulas de dança na Guiné e no Brasil, incluindo unidades Sesc. Inserida no mundo artístico há 14 anos, Fanta Konatê já percorreu Japão, Suécia, Polônia, Chile, Argentina, Estados Unidos e Brasil, realizando shows e oficinas.

Sua música, influenciada pelo jazz do oeste africano, preserva ritmos ancestrais. A embaixadora da cultura da Guiné no Brasil realiza um trabalho internacional que une a ancestralidade africana e a contemporaneidade da diáspora através dos tambores, dança e multimídia.

Acompanhada por sua banda, a artista combina os ritmos africanos djembês, dununs e ntamas, com guitarra, violão, sax e bateria e, neste show, apresenta danças que expressam a alegria e a vitalidade de um povo que se reúne diariamente para celebrar a vida, com instrumentos ancestrais e contemporâneos.

O show integra o projeto Do 13 ao 20: (Re) Existência do povo negro, que faz alusão ao 13 de maio e ao 20 de novembro e engloba ações que objetivam o fortalecimento e reconhecimento da cultura negra, bem como o fomento à convivência e o respeito pelas diferenças, com o intuito de refletir sobre a construção das identidades e valorizar a pluralidade de expressões culturais.

Faz parte, também, do TSI (Trabalho Social com Idosos), programa voltado ao cidadão acima de 60 anos e que oferece atividades artísticas, físicas e sociais, com o objetivo de refletir sobre o envelhecimento, desenvolver novas habilidades e estimular a integração com as demais gerações.

Serviço

Do 13 ao 20: (Re) Existência do povo negro

Trabalho Social com Idosos (TSI)

Show – África Viva

Dia 30, sexta, das 14h30 às 16h. Grátis.

Na Área de Convivência.

Classificação etária: Livre.