FLAGRANTE

Mulher é agredida por companheiro, no Morumbi

Alcoolizado, o homem não gostou da atitude da vítima em filmar as ofensas ditas por ele, o que resultou em agressões

06/03/2019 18:09 • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

Um homem de 48 anos foi preso na madrugada de hoje, acusado de agredir com socos a companheira, 42 anos, após desentendimento no interior da residência localizada na Rua Cyro Bueno, Jardim Morumbi, em Presidente Prudente As agressões tiveram início na noite de ontem e foram acompanhadas pela filha do casal, de 4 anos.

Segundo o boletim de ocorrência registrado na Delegacia de Polícia Civil, a mulher relatou que convive com o homem há aproximadamente seis anos. Durante este período, chegaram a ficar separados por um ano e meio, quando reataram o relacionamento. Na noite de ontem, o acusado chegou ao imóvel, aparentemente embriagado, acendeu a luz e fez barulhos, o que foi motivo para que a esposa lhe chamasse a atenção.

Incomodado com a advertência, passou a ofender a mulher ao perceber que ela filmava a conduta agressiva. De acordo com a vítima, naquele momento ele pegou o aparelho celular e o arremessou. Mesmo com a tela quebrada, a mulher conseguiu telefonar para a irmã e pediu socorro, porém, foi surpreendida pelo companheiro que passou a desferir socos até a chegada do cunhado.

Estado de pânico

Segundo a testemunha, a criança de 4 anos estava em pânico ao ver o pai agredir a mãe. Diante da cena, o homem pegou a criança no colo e tentou afastar o agressor que, mesmo com a presença de outra pessoa, desferiu mais dois socos na vítima. Não demorou para que a Polícia Militar chegasse ao imóvel para conter a situação.

Aos militares, o acusado afirmou ter agredido a mulher, mas, disse não se recordar sobre as ofensas, nem mesmo o motivo pelo qual a tela do celular estava quebrada. Devido ao flagrante, ele recebeu voz de prisão por lesão corporal, injúria e dano. Segundo a Polícia Civil, ele passou a madrugada em cárcere e está no aguardo da audiência de custódia, para posterior envio a uma unidade prisional.