INVESTIGAÇÃO

Jovem denuncia padrasto por supostos abusos sexuais

Moradora de Martinópolis, 22 anos, alega que sofria abusos desde a infância, e que teria viajado para fugir do indivíduo 

25/02/2019 12:51 • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

Na manhã de hoje, um homem de 41 anos foi preso em Martinópolis acusado de abusar sexualmente da enteada de 22 anos, desde quando ela tinha 4 anos de idade. Na ocasião, a mãe da jovem, 48 anos, também foi presa uma vez que a investigação apontou que ela sabia dos crimes cometidos pelo companheiro, e que não teria comunicado a polícia.

De acordo com a delegada Ivanir Trevisan, o caso começou a ser investigado depois que a mãe da jovem, 48 anos, registrou o boletim de ocorrência sobre o desaparecimento da filha. Durante o andamento da investigação, a polícia recebeu a informação de que a moça não havia desaparecido, mas, que teria viajado para outra região para fugir da perseguição do padrasto.

Diante dos fatos, o policiamento iniciou diligências até a residência da família, onde abordou o casal e o conduziu à Delegacia de Polícia Civil. Conforme a delegada responsável pelo caso, eles não confessaram a denúncia, porém, o homem confirmou ser pai de uma menina de 3 anos, fruto da relação sexual que teve com a enteada.

Em andamento

A Polícia Civil abriu inquérito e deverá ouvir testemunhas para dar continuidade na investigação. Depois de prestar esclarecimentos, o casal foi preso e encaminhado para unidades prisionais da região. Segundo a investigação, o padrasto tem antecedente criminal por homicídio.

No decorrer da investigação, ele ficará em cárcere na cadeia pública de Presidente Venceslau, enquanto a mulher permanecerá na cadeia pública de Dracena.