TAXISTA

Idoso de 65 anos morre em caso de latrocínio

Dois menores, um de 16 e outro de 17 anos, e um homem de 21 anos são acusados de terem agredido a vítima até a morte

  • 21/10/2019 10:12
  • THIAGO MORELLO - Da Redação

Um idoso de 65 anos, que trabalhava como taxista, foi vítima de latrocínio, que é roubo seguido de morte, na noite de ontem, em Osvaldo Cruz. Segundo informações da Polícia Civil, ele foi agredido por três homens, sendo dois deles menores de idade, após aceitar uma corrida de Lucélia à cidade em que ocorreu o crime.

O policiamento conta que os três indivíduos estavam em Lucélia, quando solicitaram a corrida para Osvaldo Cruz. A vítima aceitou o trabalho. Mas no meio do caminho, eles levaram o idoso até uma estrada de terra na zona rural e anunciaram o assalto. Ainda de acordo com a PM, ele foi agredido até a morte.

Logo em seguida, o trio foi embora, levando R$ 600 e um aparelho celular. No entanto, um dos menores conduziu o carro para abandoná-lo, porém, a Polícia Militar conseguiu abordá-lo em Pacaembu, por volta das 2h. O menor chegou a negar o fato, mas depois confessou o crime e entregou os demais envolvidos na ocorrência.

A Polícia Civil informa que se trata de um dois adolescentes de 16 e 17 anos de idade, e um rapaz de 21. Os três foram detidos em flagrante e encaminhados à delegacia da cidade.

Na manhã de hoje, o policiamento continuou com a investigação do caso, realizando oitivas. A atuação foi iniciada à 0h de hoje, depois que a família notificou a PM do desparecimento do motorista.