CARIDADE

Em Machado, projeto social permite ponte entre doadores e beneficiários

Iniciativa tem como objetivo a doação de utensílios domésticos e busca ser o canal entre doador e as famílias carentes

  • 14/03/2019 06:45
  • WEVERSON NASCIMENTO - Da Redação

O Projeto Elo nasceu com o objetivo de fomentar as ações sociais no município de Álvares Machado, propiciando um maior diálogo entre às famílias e a comunidade por meio da doação de móveis e eletrodomésticos. Seu objetivo principal é realizar um canal de doação entre quem está doando e quem será o beneficiário.

A distribuição dos produtos e utensílios acontece primeiramente através de um cadastro que o doador e a família beneficiária realiza por telefone ou através das redes sociais “Projeto Elo” no Facebook. Após este cadastro, a família beneficiária descrimina os itens de maior necessidade e, conforme as doações acontecem, a equipe voluntária realiza vistorias para averiguar as reais necessidades da família.

A ação social teve início em fevereiro e tem como coordenador o vereador Cláudio de Melo Salomão (PV). A iniciativa conta com aproximadamente 20 voluntários. Segundo o parlamentar, “o objetivo de tornar o mundo mais igualitário socialmente iniciando pela doação e a caridade”.

O vereador aponta que qualquer item, desde que esteja em bom estado de conservação, pode ser reaproveitado. “As principais doações são sofá, cama, roupas, mesa, alimentos, sobra de tinta ou materiais para construção”, declara. A extensão do projeto visa beneficiar também entidades filantrópicas. Além dessas ações diárias, o projeto realiza mutirões de cadastramento nos bairros carentes de Álvares Machado.

Serviço

Para realizar a doação basta entrar em contato através do telefone (18) 98166-4581 ou pelo facebook Projeto Elo (https://www.facebook.com/Projeto-Elo-2219901748278710/) e agendar uma visita dos colaboradores especificando o endereço e o item à ser doado.

 

Saiba como colaborar:

O que doar?

Todo e qualquer item que pode ser reaproveitado por outra família, como por exemplo: sofá, cama, roupas, mesa, alimentos, sobra de tinta ou materiais para construção, entre outros.

Como ser um beneficiário?

O projeto conta com um banco de dados físico a qual direcionam os materiais de acordo com a demanda dos cadastrados.