Dançante e sensual “Despacito” marca história e deve estar nas playlists das festas de fim de ano

 29/12/2017  - OSLAINE SILVA - Da Redação

A A A

A cantora e compositora de nacionalidade brasileira/panamenha Erika Ender tem muito a vibrar neste fim de 2017. Ela não ganhou apenas a América, mas o mundo com o estrondoso sucesso “Despacito” (“Devagarinho”) que certamente estará na playlist das festas de final de ano! Música esta que ela escreveu em parceria com o porto-riquenho Luis Fonsi, e chegou ao primeiro lugar na parada dos 100 maiores sucessos da "Billboard Hot 100". Ela foi atração até no especial do rei Roberto Carlos (Rede Globo) que entrou no embalo do dançante hit.

Ela vibra dizendo que é maravilhoso saber que em mais de 20 anos sua música com seu amigo é a primeira em idioma espanhol a chegar ao primeiro lugar na parada dos 100 maiores sucessos da “Billboard Hot”.

A cantora e compositora, nascida no Panamá, filha de pai panamenho e mãe brasileira é a mulher que está por trás da genialidade deste sucesso mundial em sua carreira impecável de 25 anos de estrada.

“Fizemos história dentro da música latina, pois, pela primeira vez desde 1996, uma música em espanhol chega ao primeiro lugar da parada de sucessos do mercado tradicional da música nos Estados Unidos. Só ‘Macarena’ tinha conseguido tal feito antes!”, comemora.

Muitas vezes um artista faz um trabalho já tendo a certeza da repercussão que terá. Mas, Erika garante que ela e Luís Fonsi não tinham, absolutamente, ideia de que a música fosse tomar o mundo dessa maneira.

“Somos amigos há muito tempo e queríamos fazer algo legal. Essa música tem muito carinho, saí da minha zona de conforto, começamos por volta da primeira linha a convidar o pessoal para o restante do caminho. Ela tem algo sensual, mas de um bom gosto indescritível. Era isso que queríamos, uma coisa que pudesse entrar dentro dessa nova tendência de explosão urbana, mas com mensagem, melodia”, destaca Erika.

 

Hall da Fama

Apenas um mês depois do seu lançamento, Erika conta que remix de "Despacito" com Luis Fonsi e Daddy Yankee, que posteriormente contou com a participação especial de Justin Bieber, se tornou a primeira música em espanhol a chegar ao primeiro lugar das 100 músicas mais populares depois de mais de 20 anos. “O que aconteceu com esta música tem sido realmente uma bênção, não só para todos os envolvidos, mas também para a música latina no mundo inteiro, que está cantando e dançando ao som espanhol”, ressalta a cantora.

Em junho, quando Erika havia acabado de ser escolhida para o hall da fama de compositores em 2017 ela disse que este ano sem dúvida ficaria marcado em suas duas décadas e meia de carreira. Ela se destacou por ser a única mulher em sua categoria e a mais jovem da história do Hall da Fama a conquistar tal feito. Uma das poucas mulheres de origem hispânica a conseguir conquistar este cobiçado prêmio.

“Eu tinha 16 anos quando entrei nesse mundo. Tão jovem! Sou grata com o universo, estou dividindo espaço com pessoas que sempre foram espelho para mim. Sou mulher e todas nós devemos ser colocadas no nosso lugar: de talento, disciplina, respeito. Tem muita coisa boa acontecendo neste ano, ao mesmo tempo!”, exclama.

 

25 anos de carreira

"Despacito" foi acrescentada à lista de sucessos que a cantora vem acumulando no decorrer de sua carreira, que incluem 40 singles de expressão em vários mercados e mais de 160 álbuns lançados com suas músicas em uma diversidade de gêneros musicais que vão do pop ao regional mexicano.

Erika Ender vem colecionando os mais importantes prêmios do setor da música, como um Grammy Latino, Premiações da Billboard, Monitor Latino, Sesac (Society of European Stage Authors & Composers) e Ascap (American Society Of Composers Authors and Publishers), entre outras honrarias e indicações.

Desde o lançamento da versão do remix de "Despacito", com a participação especial de Justin Bieber (no dia 17 de abril de 2017), a colaboração se tornou um sucesso instantâneo da música tradicional nos Estados Unidos. Graças a isso, Luis Fonsi e Daddy Yankee, pela primeiríssima vez na história, conseguiram chegar à posição nº 1 das listas. Isso também faz com que Bieber seja o primeiro artista a conseguir estes novos e inauditos primeiros lugares por várias semanas consecutivas.

"Despacito" já provou ser um sucesso irrefreável... Também é No. 1 na lista "Billboard Hot Latin Songs" por semanas e semanas. Nunca houve antes outro sucesso que ficasse tanto tempo no primeiro lugar como este durante os 30 anos de existência da lista da Billboard. Além disso, foi nº 1 em venda online de músicas digitais da lista da Nielsen's e também nº 1 na lista de streaming de músicas nos EUA com 54,3 milhões de streams. “A conquista maior é para a música espanhola, que não tem nada a ver com coreografia. A letra é que pegou, a dança qualquer um faz... Deus está abrindo essa porta para puxar os brasileiros para lá e os latinos para cá. E mostrar quem sou como artista”, destaca a cantora.

 

"Portas Abertas"

Erika Ender já escreveu músicas em espanhol, inglês e português para um sem número de artistas, tais como: Luis Fonsi, Gloria Trevi, Justin Bieber, Los Tigres del Norte, Son by Four, Ednita Nazario, Chayanne, Gilberto Santa Rosa, Leonardo (do Brasil), entre outros.

Além disso, através de sua fundação no Panamá, chamada "Portas Abertas", ela vem trabalhando incansavelmente desde 2009 em prol de crianças e jovens carentes do país que ela viu nascer e crescer, melhorando-lhes a vida através da música, buscando erradicar o trabalho infantil e estender a mão aos jovens em situação de risco social.

“Seguindo essa direção lancei o ‘Talenpro’, pois o jeito que minha mãe me criou e isso que quero semear [Talento com Propósito], um festival intercolegial de escopo nacional para cultivar e colocar em evidência os talentos artísticos de crianças e jovens em idade escolar, ao mesmo tempo em que procura instilar valores, cultura e responsabilidade social nos estudantes”, expõe.

Comentário