José Reis - Cartório abriu ontem para receber aqueles que ainda não cadastraram a biometria

Foto: José Reis - Cartório abriu ontem para receber aqueles que ainda não cadastraram a biometria

Plantão

Cartório recebe 200 eleitores para cadastramento biométrico

  • 14/04/2019 07:45
  • GABRIEL BUOSI - Da Reportagem Local

Ao pensar nas pessoas que trabalham durante a semana e não conseguem comparecer aos cartórios para o cadastramento biométrico, o TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) recomendou que pelo menos uma vez ao mês os cartórios de todo o Estado façam plantões aos finais de semana, para que até o fim do prazo toda a população seja atendida. Em Presidente Prudente, a ação ocorreu na manhã de ontem, sendo que na cidade os 92 mil eleitores que ainda estão pendentes com o processo podem recorrer aos cartórios até 19 de dezembro. “Se não mantivermos o bom fluxo, em torno de 200 atendimentos diários – mesmo público esperado ontem - no prazo que, por hora, parece longo, não será suficiente para atender a todo mundo”, diz o chefe da 101ª Zona Eleitoral, Fabiano Segalla.

Os plantões devem ocorrer normalmente no segundo sábado do mês, sendo que isso é visto com bons olhos por Segalla, por representar uma “facilidade” na vida corrida dos eleitores. Ele afirma que havia certa preocupação há pouco tempo pela baixa procura do cadastramento, mas afirma que na última semana os munícipes voltaram a se preocupar. “Estávamos com uma média de 80 atendimentos ao dia, o que não é indicado. Na sexta, por exemplo, foram 230 e esperamos que esse número se mantenha para suprir a demanda”, destaca.

As sanções de quem não cadastrar a biometria não são novidade: Bloqueio do CPF (Cadastro de Pessoa Física), dificuldade em realizar movimentações de recursos financeiros, dificuldade para tirar documentos, como o passaporte e se matricular em universidades. Por isso, o chefe do cartório afirma que aqueles que puderem, devem buscar uma unidade o mais rápido possível. Nesta semana, por causa do feriado de Páscoa, o TRE-SP determinou que a unidade suspenda as atividades na quarta, quinta e sexta-feira.

Munícipes presentesA empregada doméstica de 58 anos, Edna Rodrigues, afirma que soube do plantão por meio do rádio, e disse que resolveu se cadastrar para o atendimento por causa da correria do dia a dia e que a impossibilita de buscar o serviço ao longo da semana. “Para falar a verdade eu não queria nem votar, mas sei que isso traz prejuízos, como aqueles ligados ao CPF, então não quero ter problemas”. O funileiro aposentado, Cícero da Silva, também esteve na 101ª Zona Eleitoral e afirmou ver com positividade a iniciativa. “Sábado, normalmente, é bem mais tranquilo para todo mundo, então não hesitei”.