TJD nega recurso do Palmeiras e não julgará impugnação de final do Paulista

LEANDRO MIRANDA SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) • 11/06/2018 19:07:00

O Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) negou nesta segunda-feira (11) o recurso do Palmeiras que pedia que o tribunal julgasse o pedido de impugnação da final do Campeonato Paulista contra o Corinthians. Por cinco votos a um, o órgão decidiu manter a decisão monocrática do presidente Antônio Olim, que em 4 de maio alegou que o clube havia perdido o prazo legal para entrar com o pedido. Desta forma, alegando a perda do prazo processual, o TJD não vai julgar o mérito do caso. Ou seja, não vai analisar de fato se houve interferência externa na arbitragem. O entendimento final do Pleno do tribunal é que o Palmeiras deveria ter entrado com o pedido de impugnação até o dia 10 de abril, dois dias após a final, mas só o fez em 25 de abril. Já o Palmeiras, representado pelo advogado Américo Espallargas, argumentou que o pedido foi dentro do período apropriado, já que a instauração de inquérito para apurar se houve interferência interromperia esse prazo de dois dias. Derrotado no TJD, o Palmeiras vai seguir a batalha jurídica para tentar impugnar a final no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), vinculado à Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O clube entrará com recurso no tribunal nacional nos próximos dias.
Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste