Musical 'The Band's Visit' e discursos políticos marcam entrega do Tony Awards

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) • 12/06/2018 14:47:00

O musical "The Band's Visit", que retrata uma noite em uma pequena cidade de Israel, e a montagem "Harry Potter and the Cursed Child", com o personagem bruxo já adulto, foram os grandes vencedores da 72ª edição do prêmio Tony, o Oscar do teatro de Nova York. As obras levaram dez e seis troféus, respectivamente. Depois de uma "festa mexicana" no Oscar deste ano, com várias estatuetas para "A Forma da Água" e para a animação "Viva - A Vida É uma Festa", a maior premiação do teatro americano também concedeu boa parte de seus troféus para atores e técnicos de origem não americana. O auge do tom político nos discursos veio com a simplicidade e veemência de Robert de Niro. O ator, que não estava indicado em nenhuma categoria, subiu ao palco e soltou um "fuck Trump" (foda-se, Trump) de punhos cerrados e erguidos. Foi o suficiente para ser aplaudido de pé. De Niro ainda completou, "não é mais, 'abaixo, Trump', é 'foda-se, Trump'". Quem acompanhou pela TV, no entanto, não percebeu a manifestação. A TV americana, que exibe eventos ao vivo como esse com alguns segundos de atraso (justamente para se precaver de situações semelhantes) cortou o áudio. Na premiação, "The Band's Visit" foi soberano. Com músicas de David Yazbek e texto de Itamar Moses, o musical retrata a passagem de um modesto grupo de músicos egípcios por uma pequena vila israelense. Recebeu elogios rasgados da crítica especializada. Se a história parece familiar, não é por acaso. Antes de ganhar os palcos da Broadway, "The Band's Visit" foi exibido nos cinemas com o título brasileiro "A Banda", em 2008. O ator Tony Shalhoub (filho de pai libanês, mais conhecido pela série "Monk") e a atriz Katrina Lenk, que vivem um par romântico, venceram em suas categorias. O musical ganhou 10 das 11 categorias a que foi indicado. No segmento de produções não musicais, o domínio foi do universo de J.K. Rowling. A peça de Jack Thorne mostra Harry Potter 19 anos após o fim do sétimo livro da série. Levou o prêmio de melhor peça e mais outros cinco troféus (cenografia, figurino, iluminação, som e direção). O musical inspirado no desenho animado "Bob Esponja Calça Quadrada" e outra adaptação das telas ao palco, do filme "Meninas Malvadas", lideravam as indicações, com 12 cada um. Levaram, respectivamente, uma estatueta (melhor cenografia de musical) e nenhuma. Os dois espetáculos eram seguidos, em número de indicações, por "Angels in America", remontagem da peça de Tony Kushner que fez história nos anos 1990, sobre Aids e a ascensão do conservadorismo nos Estados Unidos. O remake venceu em 3 de 11 categorias que disputou: melhor ator (Andrew Garfield), melhor ator coadjuvante (Nathan Lane) e melhor remontagem. PRINCIPAIS PREMIADOS Musical "The Band's Visit" Ator em musical Tony Schalhoub ("The Band's Visit" Atriz em musical Katrina Lenk ("The Band's Visit") Peça "Harry Potter and the Cursed Child" Ator em peça Andrew Garfield ("Angels in America") Atriz em peça Glenda Jackson ("Three Tall Women")
Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste