Sequência de PUDINS

Delícias & Delícias • 11/07/2018 08:10:00

. Foto: Arquivo

Pudim de Laranja

Ingredientes: 4 colheres (sopa) de açúcar, 1 lata de leite condensado, a mesma medida de leite,  a mesma medida de suco de laranja, 4 ovos, 1 colher (chá) de casca de laranja ralada.

Preparo: Derreta o açúcar formando um caramelo e espalhe sobre a forma. Ponha no copo de liquidificador: o leite condensado, o leite, o suco de laranja, os ovos, as raspas de laranja e bata bem. Despeje a mistura na forma preparada. Ponha a forma numa assadeira e leve ao forno pré-aquecido. Junte água fervente à assadeira até cobrir 1/3 da altura da forma. Deixe assar por 1 hora mais ou menos, sem deixar a água ferver. Encha com mais água fria quando for preciso. Retire do forno, deixe esfriar, desenforme e guarde na geladeira até o momento de servir.

 

Pudim de Chocolate

Ingredientes: 2 latas de leite condensado, 1 lata de leite, 5 ovos inteiros, 5 colheres (sopa) de chocolate em pó, 2 colheres (sopa) de manteiga, 100 g de coco desidratado.

Preparo: Bater no liquidificador. Assar em banho-maria por uns 30 minutos (ou até que a parte superior fique dourada).

 

Pudim de Pão

Ingredientes: 5 ovos, 2 pãezinhos amanhecidos, 2 copos de leite, 10 colheres (sp) de açúcar,1 colher (chá) de baunilha.

Caramelo: 1 xícara (chá) de açúcar, ½ xícara (chá) de água.

Preparo: Leve ao fogo o açúcar e derreta em fogo baixo numa panela de fundo grosso. Junte a água e deixe ferver até ficar uma calda rala e lisa. Aguarde ficar morna e despeje na forma de pudim. Bata no liquidificador todos os ingredientes do pudim e despeje na fôrma caramelizada. Leve ao banho-maria no forno ou no bico do gás por mais ou menos 40 minutos.

 

Pudim de Padaria

Ingredientes: 10 colheres (sopa) de açúcar, 4 ovos, 1 xícara (chá) de farinha de trigo, 1 ½ copo de leite, 50 g de queijo ralado.

Preparo: Bata os ingredientes no liquidificador e despeje em fôrma caramelizada. Asse em banho-maria por 40 minutos.

Pudim Econômico

Ingredientes: Pudim: 12 colheres (sopa) de açúcar, 8 ovos, 16 biscoitos maisena, 4 copos de leite.

Calda de caramelo: 1 xícara de açúcar refinado e ½ xícara de água. Leve o açúcar ao fogo baixo em panela pequena e de fundo grosso e deixe caramelizar. Junte a água e deixe no fogo até que esteja bem dissolvido o açúcar. Espere esfriar e use para caramelizar a forma do pudim.

Preparo: Bater no liquidificador os ovos, o leite, o açúcar e o biscoito. Não bater muito para não fazer espuma. Assar em banho-maria por 1 hora. Desenformar depois de frio.

 

Sopa de Cebola Gratinada

Um prato que marcou época e se tornou um ícone da madrugada, na década de 60, foi a sopa de cebola servida na Ceasa, hoje Ceagesp. Tudo começou meio sem querer, quando o português Manuel Gouveia foi convidado a montar um restaurante para atender aos caminhoneiros e carregadores que chegavam famintos ao entreposto da maior cidade do país. Mesmo elaborada com um ingrediente considerado secundário na alimentação brasileira, a sopa da Ceasa logo se tornou um sucesso – chegaram a ser consumidos cerca de 250 quilos de cebolas por noite. Até hoje seus segredos não foram revelados e a receita original é patenteada. Mas, não há tradição que suporte por muito tempo nossa tentação. Vamos cozinhar?

Ingredientes: (para 8 pessoas) 1 kg de cebola branca ou roxa, 2 alhos-porós (só a parte branca em rodelas fininhas), 200 g de manteiga sem sal, 1 fio de azeite extra virgem, 60 g de bacon, picado em cubos minúsculos, 3 colheres (sopa) de farinha de trigo dissolvidas em água, 200 ml de vinho branco seco, 2 litros de caldo de carne (veja receita), ½ xícara (chá) de cebolinha verde picada fininha, sal e pimenta-do-reino a gosto.

Para finalizar: queijo parmesão, gruyère ou ementhal ralado grosso a gosto, fatias de pão rústico, tipo italiano, farinha de rosca.

Para o caldo de carne: ½ kg de músculo traseiro, acém ou paleta em cubos grandes, 50 ml de óleo de milho, 1 cenoura média picada grosseiramente, 1 cebola pequena picada grosseiramente, 1 tomate maduro picado, 2 talos de salsão com as folhas rasgadas, 3 folhas de louro, 3 talos de salsinha inteiros, 2 galhinhos de tomilho fresco, sal e pimenta-do-reino a gosto.

Preparo: caldo de carne: Em uma panela de pressão aqueça o óleo com a cebola, o tomate e as folhas de louro. Junte os cubos de carne e refogue ligeiramente em fogo forte. Reduza o fogo e junte 2 ½ litros de água fervente, a cenoura, o salsão e as ervas com um pouco de sal e pimenta-do-reino. Assim que ferver, abaixe o fogo e cozinhe por 30 minutos. Quando frio, retire a carne (reserve para outra preparação) e coe reservando somente o caldo.

Preparo da sopa: Numa panela de fundo grosso derreta a manteiga, o bacon e o azeite em fogo baixo. Junte a cebola e o alho-poró e, mexendo sempre, espere que fique tudo douradinho, quase cor de caramelo. Para isso, mexa constantemente com uma colher de pau durante cerca de 20 minutos. Junte a farinha de trigo, mexa e remexa durante 2 a 3 minutos com uma colher de pau. Junte o vinho branco, mexa bem e aos poucos comece a acrescentar o caldo de carne, ainda quente, e sem parar de mexer. Deixe que ele ferva. Aí abaixe o fogo para o mínimo e deixe assim por 20 minutos, mexendo de vez em quando para que não grude no fundo. Deve ficar com uma consistência um pouco aveludada. Desligue e deixe descansar por cinco minutos.

Montagem: Coloque no fundo das cumbucas onde será servida a sopa um pouco de salsinha picada, algumas conchas de sopa, por cima duas ou três fatias do pão escolhido, espalhe o queijo ralado e um pouco de farinha de rosca. Leve para gratinar por dez minutos. Sirva imediatamente com mais torradas, azeite e, para quem aprecia, algumas gotinhas de molho de pimenta.

 

nutrição

PERGUNTAS E DICAS:

1 – Qual a melhor escolha: azeite ou óleo?

Tudo depende de como você pretende utilizar cada um deles. Por se tratar de uma gordura monoinsaturada e rica em ômega3, o azeite é a melhor opção, pois tem a vantagem de proteger o coração. Mas, não se deve levá-lo ao fogo. Isso porque, quando aquecido, a composição desse alimento muda e seus benefícios são perdidos. Na hora de cozinhar, a dica é recorrer aos óleos vegetais, como os de soja, girassol e milho.

2 - Grão do bem: na hora de incrementar panquecas, omeletes, saladas ou tortas, opte pela ervilha. De baixo valor calórico (17 calorias em 20 g) e fonte de fibras, o alimento contribui para a perda de peso por ampliar a saciedade. É rica em antioxidantes.

3 – Peixe cru dificulta a digestão?

Não só isso. A absorção da proteína também fica mais complicada. É por isso que pessoas com problemas digestivos ou com baixa produção de suco gástrico podem ter dores abdominais, enjoo e inchaço após o consumo de sushi e sashimi. Se acontece o mesmo com você, reserve o peixe cru para o almoço. Durante o dia, ficamos com o tronco elevado por mais tempo, o que facilita a digestão. Também é importante caprichar na mastigação e escolher um restaurante que garanta um peixe de boa procedência e apresente uma cozinha com higiene perfeita.

4 – Você sabia? Melão cantalupo, alho e melancia são considerados diuréticos naturais. Aumentar o consumo desses alimentos ajuda a combater os edemas ocasionados por retenção de água.

5 – Comer devagar, colocando pequenas porções de comida na boca e mastigando por várias vezes, aumenta a saciedade, reduzindo quantidades e calorias.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste