Professores relatam atividades em sala de aula

O Imparcial na Escola • 25/09/2018 06:00:00

O projeto jornal desenvolvido na Escola Municipal Domingos Ferreira de Medeiros tem se consolidado como instrumento de grande eficiência para o desenvolvimento de capacidades importantes para os alunos, como a oralidade, fluência leitora e na formação de opinião diante de fatos. É possível observar que a variedade de gêneros disponibilizados no suporte possibilita a utilização do material como ótima fonte de informações colocadas à disposição de professores e alunos. Algumas estratégias ao longo do tempo tem se incorporado à rotina escolar como: roda de jornal, leitura compartilhada de notícias e produção de cartas de leitores a partir da leitura das notícias lidas.

Por sua aplicabilidade o trabalho com o jornal tem sido muito gratificante, pois contempla todas as turmas considerando a especificidade de cada ciclo, seja o de alfabetização quanto o de pós-alfabetização, com resultados extremante positivos em todos os seguimentos. Assim, por atingir todos os anos escolares e faixas etárias da esfera escolar, o uso do jornal tem se firmado como excelente ferramenta pedagógica contribuindo para a formação de leitores críticos e conscientes.

 

Trabalho complementar

A professora Laura Regina Maciel, do 1º ano A, levou jornais para a sala de aula desde o início do ano, com o objetivo de fazer um trabalho complementar a leitura. Em primeiro momento, mostrou o jornal no coletivo, explicando que o jornal é um meio de comunicação e também explorei cada uma das páginas. Em seguida, entregou um exemplar a cada um para que tivessem um contato mais direto e também conhecessem melhor o portador. Através da leitura individual dos alunos, pode perceber a atenção, como também as curiosidades surgidas. Aproveitou o momento para explicar sobre as legendas. “Deixei que trocassem informações, falando e mostrando as páginas e os assuntos que mais lhes interessaram. Logo após fizemos um trabalho de leitura e interpretação de legendas com o tema ‘O que a música nos traz’. O trabalho deu a oportunidade de todos expressarem suas opiniões e se sentirem valorizados”, diz a professora.

 

Copa do Mundo

A professora do 1º ano B, Mariuza Fernandes Rosa levou o jornal para sala de aula e utilizando o caderno de esportes conversaram sobre os jogos da Copa. Perguntou como foi assisti-lo com a sua família e a comemoração no final da partida. Cada criança relatou o ocorrido dizendo que alguns adultos soltaram rojões e bombinhas depois dos gols e no término da partida e que comeram pipocas com os familiares. “Confeccionamos então, um cartaz onde foram inseridas as fotos do jornal com os jogadores e seus familiares assistindo a partida. Por se tratar de um 1º ano algumas informações foram escritas na lousa, com meu auxílio como escriba, como o nome do país sede e de alguns jogadores”, conta.

 

Criando legendas

A atividade com o jornal na sala de aula foi realizada com a participação de todos os alunos, sob a coordenação da professora do 1º ano C, Katiele J. Guerrero. Os 26 alunos se mostraram interessados em criar uma legenda para a foto selecionada. Todos se envolveram na atividade, deram suas opiniões, gostaram e interagiram. Ficaram curiosos para saber sobre a matéria e dialogavam em grupos sobre o que poderiam escrever, assim criaram uma legenda coletiva, com a participação de todos. 

 

Tirinhas

Utilizar o jornal como instrumento pedagógico levando-o para a sala de aula, é transformá-lo em uma ferramenta prática, motivadora do ensino e também formadora de cidadãos mais informados e participantes. A professora Andrea Maria da Silva Ribeiro, do 3º ano A, distribuiu jornais aos alunos, para que localizassem em duplas, as tiras do jornal e recortadas (foi utilizado jornal antigo). Foi destacado também que o jornal é rico em outros gêneros textuais, como artigos, propagandas, classificados, e naquele momento usaríamos somente as tiras – gênero trabalhado anteriormente. A professora selecionou algumas, para análise, e foi feita a leitura, abordagem do tema, estrutura e a socialização entre os colegas. Logo em seguida, foi proposto a cada dupla que olhando apenas para as imagens, contassem oralmente uma história. “Concluímos que, as tirinhas são narrativas curtas e bem humoradas, não apenas para diversão, mas para refletirmos sobre os problemas do nosso cotidiano”, diz.

 

 

Leitura e exploração oral

Utilizar o jornal como ferramenta pedagógica e levá-lo para sala de aula, está se tornando prática comum em sala de aula, como é o caso do 4º ano A da professora Maria Aparecida Viudes Poppi. Com a leitura do mesmo, os alunos se sentem motivados, pois se trata do seu cotidiano e eles participam com leituras de sua preferência. No dia 15 de junho, realizamos uma atividade de Roda de Leitura, onde os alunos se organizaram em duplas para pesquisarem no jornal notícias que chamassem sua atenção. Participaram dessa atividade trinta e dois alunos com dezesseis duplas formadas.                        Depois de selecionar a notícia, as duplas foram expor para a sala o texto escolhido. Os alunos participaram com entusiasmo demonstrando interesse no assunto, resultando num trabalho bastante produtivo.

 

Conhecimento

Conforme a professora do 4º ano B, Márcia Adriana Leite, o trabalho como um todo foi muito produtivo, a parceria entre Secretaria Municipal e o jornal “O Imparcial” veio de encontro aos objetivos relacionados a um ensino de qualidade que valoriza os conhecimentos prévios dos alunos, mas que apoiado em diferentes instrumentos e estratégias amplia os horizontes dos mesmos que se apropriam da língua no uso da mesma em todos os contextos sociais. A sala de um modo geral demonstrou interesse pelo trabalho desenvolvido. Alguns alunos apresentaram dificuldade em identificar as partes do lead (responder corretamente as perguntas), e muitos foram surpreendentes no momento de opinar sobre determinada notícia (argumentar).

 

Leitura compartilhada

Aproveitando o conteúdo trabalhado em Ciências sobre o sistema respiratório, a turma do 5º ano A da professora Maria Aparecida C. Guimarães escolheu uma reportagem do jornal a respeito do assunto e realizamos uma leitura compartilhada. O tema foi “Hidratação é fundamental para prevenir doenças respiratórias” quarta-feira, 27 de junho de 2018. De posse do jornal original, foi xerocada a reportagem e entregue uma cópia para cada aluno, assim puderam ler e acompanhar a leitura. Foi apresentado o jornal à sala de aula, uma aluna leu as orientações da folha e iniciou a leitura. Em seguida cada aluno ia lendo um parágrafo e nesse momento eu ia fazendo as indagações e intervenções sobre cada sentido e palavras desconhecidas por eles, fazendo com que os alunos fixassem o conteúdo trabalhado com as informações, interpretações, sugestões reais e atuais de como fazer para amenizar os problemas respiratórios que enfrentamos nessa época de tempo muito seco e no inverno, onde as doenças como: alergia, rinite alérgica, asma e outras, através de um especialista (médico). “Considerei o trabalho muito proveitoso, pois os alunos participaram ativamente da atividade proposta”, conta.

 

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste