Mesmo com facilidades da internet, escola aposta na riqueza do impresso

O Imparcial na Escola • 04/09/2018 07:10:00

EM Antônio Moreira Lima. Foto: Cedida

A Escola Antônio Moreira Lima tem utilizado o trabalho com Jornal, como oportunidade para formar leitores habituais e cidadãos bem informados. O desafio torna-se ainda maior considerando que “vivemos um tempo” em que a interatividade dos meios de comunicação mostra-se cada vez mais atraente que o impresso. Com o intuito de incentivar que os alunos tomem gosto por este tipo de leitura, o foco é proporcionar a atividades diárias ou semanais, buscando sempre uma informação significativa para o contexto de cada sala diante de toda a gama de assuntos encontrados nas notícias locais, de entretenimentos, entre outras que atraem também os pequenos. Por esta razão procuramos, durante o segundo semestre, oportunizar momento para que os alunos se relacionassem com o jornal como leitores comuns onde eles deveriam manuseá-lo por inteiro, buscar os cadernos com os assuntos que mais lhe interessam ver fotos, ler títulos, subtítulos, reportagens e etc. De modo geral, todos os professores trabalharam com o jornal desde o início do ano letivo. Os gêneros textuais estudados foram utilizados para mostrar que estes estão inseridos neste veículo de comunicação. Porém, projetos mais específicos também foram desenvolvidos:

1º ano e 2º ano

Levando em consideração que os alunos do 1º ano encontram-se no período de introdução e desenvolvimento do sistema alfabético de escrita, o trabalho pedagógico com o uso do jornal em sala de aula, se deu por meio de práticas de leitura das legendas de fotos, títulos e manchetes das notícias.  Os gêneros textuais explorados são curtos e por isso facilitou a leitura e a reescrita dos mesmos, processos estes que contribuíram para o desenvolvimento e consolidação das habilidades de leitura e escrita realizadas em classe. As atividades realizadas com os alunos das salas de 2º ano, de maneira específica, ocorrem por meio da exploração da coluna social, páginas estas que apresentam uma diversidade de gêneros que atraem o interesse dos alunos por conter, caça palavras, receitas, indicação de entretenimentos, mensagens, fotos e relatórios de eventos locais.

3º ano e 4º ano

Com os alunos do 3º ano a habilidade leitora  foi consolidada através do intenso trabalho de leitura e interpretação de várias notícias dos diversos cadernos contidos no jornal. A avaliação da interpretação adequada ocorreu por meio da socialização oral  do entendimento do que foi lido bem como a realização de inferências e questionamentos ao texto, estratégias essas tão importantes para uma compreensão implícita e explícita do texto. As salas do 4º ano se atentaram para o trabalho com a leitura do gênero cartas de leitor , contidas no jornal. O trabalho mencionado é realizado através da leitura e interpretação bem como do levantamento oral e escrito das opiniões argumentativas das cartas exploradas.

 

5º ano solidário

Uma vez que, no ano anterior, estes alunos foram bastante repertoriados através da leitura  do gênero carta de leitor, os alunos das salas de 5º ano exploraram o gênero carta de leitor também na produção escrita, expondo suas opiniões e argumentos frente ao lido nas notícias que mais lhe chamaram a atenção. Ressalto que durante o 1º semestre, um dos trabalhos mais significativos, realizado na   escola, através do jornal O Imparcial, se deu por iniciativa dos alunos do 5º ano D da professora Alessandra Peruzzi. Rotineiramente eles participam de atividades de roda de leitura, com o suporte textual Jornal. Durante um desses momentos, ao ler a notícia do lançamento da campanha do agasalho, lançada pelo Fundo Social de Solidariedade de Presidente Prudente, os alunos se sensibilizaram pelas informações lidas e decidiram socializar a campanha entre os colegas, professores e funcionários da escola. A ideia foi bem aceita e a proposta ganhou espaço, e aos poucos a escola se tornou um ponto de coleta de doações de roupas, sapatos, agasalhos e coberturas. Como encerramento da atividade solidária realizada entre as crianças, recebemos o fundo social de solidariedade de Presidente Prudente que ao vir a escola e recolher as doações também muito se impressionaram pela quantidade de doações que os pequeninos alcançaram.

Conclusão

Por fim, asseveramos que durante todas as atividades com o jornal foi bastante explorado e desenvolvido os procedimentos de leitor, chamando sempre a atenção dos alunos para a periodicidade, os títulos, as notícias e as legendas das imagens.  Desta forma concluímos que a parceria “O Jornal Imparcial na Escola” tem sido uma excelente e singular possibilidade que permite aos alunos o desenvolvimento de habilidades de leitura e escrita por meio dos diferentes gêneros nele presente, como notícias, entrevistas, tirinhas, propagandas, classificados entre outros. Buscou-se também desenvolver a leitura do jornal como uma habilidade prazerosa, pois esta não exige linearidade, o que permite ao leitor a escolha do que quer ler. Podendo assim ler a manchete ou aprofundar-se nas notícias ou outro gênero que demonstre maior interesse. (orientadora pedagógica: Renata Daniela Silva de Cristo)

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste