DERBYS, ESPERANÇAS DE UM DOMINGO FELIZ;

Charanga Domingueira • 09/04/2018 08:16:37

Toda cidade que gosta do futebol tem seu derby. Exceções são raríssimas. Foi Thomaz Mazzoni, um italiano que virou brasileiro e que se transformou no cronista que mais defendia a seleção quem batizou com nome de uma prova de turfe inglesa a disputa principal entre os rivais de uma cidade. Nem sempre são. O Fla x Flu, por exemplo, já foi o derby do Rio de Janeiro e depois cedeu terreno para o Vasco e Flamengo. Prudente já teve o seu derby nos bons tempos de APEA e Corinthians, que a voragem da modernidade e o extraordinário custo do futebol transformou apenas em lembrança de uma época dourada. Não é questão de saudosismo, é apenas recordação de um tempo feliz em que se trabalhava para viver e não se vivia para trabalhar. São os argentinos que dizem que o ontem será sempre melhor do que o hoje e que o hoje será pior que o amanhã. Mas, estava falando em derbys e hoje é o dia deles. Por todo o Brasil as equipes mais afortunadas nos estaduais estarão se enfrentando na decisão de suas disputas internas. Os tão criticados estaduais que foram razão da própria existência e progresso de nosso futebol. Corinthians e Palmeiras estarão decidindo o Paulistão e, se levarmos em consideração o que vimos no primeiro jogo no domingo passado repetirão o que de mais desprezível esse duelo já proporcionou desde que Charles Miller apareceu por aqui com aquelas famosas bolas. Dizem os velhos palestrinos que o Corinthians é adversário do Palmeiras. Que o verdadeiro inimigo é o São Paulo. Isto para os antigos e que viveram a época em que o tricolor tentou tomar o Parque Antártica na marra pelo fato do Palmeiras se chamar Palestra Itália e ser clube de uma colônia de membros de um país que combatíamos na II Guerra Mundial. Mas, desde os deliciosos contos de Antoninho de Alcântara Machado sabemos que o verdadeiro derby paulista é mesmo esse Palmeiras e Corinthians que hoje, pela 19ª. vez decidirão o título. O Palmeiras já foi o maior detentor do mesmo. Hoje é o Corinthians quem está na frente. 29 a 25 para o Timão em matéria de títulos conquistados. Pelo menos é o que li. O Verdão leva uma pequena vantagem, mas 1 gol é muito pouco para se decidir um título. O jogo de domingo passado mostrou muito mais do lado feio do futebol do que realmente se espera de um derby. Quem sabe hoje, em ano de Copa do Mundo, resolvam que futebol tem uma beleza que a primeira disputa escondeu? E que os derbys espalhem pelo país um pouco dessa alegria inata na alma brasileira, alegria hoje sufocada por toda essa desgraça que assola o país pelo período difícil que vive.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste