Cozinha e Saúde

Conselhos para cozinhar no vapor

Delícias & Delícias • 18/04/2018 11:20:09

Uma das principais vantagens de cozinhar no vapor é que os alimentos não estão em contato direto com a água, portanto conservam mais os sabores e as cores, assim como as vitaminas e minerais. Existem no mercado muitos utensílios adaptados para cozinhar no vapor: de aço inoxidável, de silicone, de bambu, etc.

Se você não dispõe de um utensílio específico para cozinhar no vapor, coloque uma panela pequena com dois dedos de água para ferver. Coloque uma peneira apoiada na borda. Tampe com um prato ou uma tampa para evitar que o vapor escape.

Todo tempo de cozimento deve ser contado a partir do momento que a água começa a ferver. Todos os tipos de legumes e verduras cozinham muito bem no vapor: couve-flor, berinjela, ervilhas, batata, cenoura, abobrinha, etc.

Ovos: enquanto outros alimentos cozinham, pode-se aproveitar para colocar um ovo com casca no vapor e ter um ovo cozido em 10 minutos. Pode-se também quebrar um ovo em uma xícara pequena e colocá-la na panela de vapor: em 8 a 10 minutos temos um ovo mole, com a clara cozida e a gema mole.

É melhor cozinhar em água quando se quer que os alimentos absorvam muita água. Por exemplo, arroz, massas, alguns legumes, ou se quer aproveitar o caldo do cozimento.

 

Cozinhando espinafre

Lave bem as folhas do espinafre, coloque-as de molho em água e vinagre. Proporção: 1 litro de água/1 colher (sopa) de vinagre. Deixe por 15 minutos e enxague colocando na peneira para o cozimento a vapor. Leve uma panela com água ao fogo e quando começar a ferver, coloque a peneira com o espinafre, tampe e conte os minutos. Devem variar de 3 a 5 minutos dependendo da quantidade. Nunca cozinhe demais. Tire do fogo, espere amornar, esprema e pique o espinafre. Está pronto para ser refogado ou colocado em molho branco.

Ideias para saladas originais

Salada no Pote

A única regra para se preparar uma salada é acertar a combinação dos alimentos. Experiência com os ingredientes permite obter saladas originais e saborosas.

                As saladas são fundamentais na dieta de qualquer pessoa que se preocupa com a saúde. E não parece uma ótima ideia poder levar uma saladinha no seu trabalho ou ainda no cursinho ou faculdade?

                Um jeito inovador de comer salada é a salada no pote que pode motivar a comer mais verduras, auxiliando na busca por uma alimentação mais balanceada e saudável.

                Melhor ainda é saber que, dentro desse tipo de frasco, sua salada se manterá fresca e estará livre de componentes perigosos para a saúde.

                O pote de vidro traz inúmeras vantagens, como:

•              Você pode prepará-la com antecedência e armazená-la na geladeira até a hora de consumir,

•              O pote de vidro pode ser bem fechado e, com isso, não há perigo do molho vazar,

•              O pote mantém as folhas mais frescas,

•              Ele é reutilizável,

•              Livre de substâncias tóxicas na sua composição (vidro).

 

Regras básicas para preparar saladas apetitosas

1.            Volume: uma salada com volume dá sensação de leveza e frescor.

2.            Cor: A variedade de cores deixa a salada mais atrativa e reflete a diversidade de vitaminas e outros micronutrientes.

3.            Textura: Na hora de pensar nos ingredientes para uma salada, convém levar em conta as diferentes texturas dos alimentos que são combinados.

4.            Sabor: O elemento mais importante da maioria das saladas é o contraste de sabores.

 

Como montar a salada no pote

1.            Comece pelo molho

2.            Em seguida, coloque legumes e verduras mais pesados e que podem ficar em contato com o molho: grão de bico, feijão, pepino.

3.            Coloque legumes e verduras que não podem ficar em contato com o molho: tomate, ervilha, milho.

4.            Coloque folhas verdes, como rúcula, alface, manjericão, etc.

5.            Coloque ingredientes leves e cortados em pedaços pequenos, como frutas em cubinhos.

6.            Por fim, acrescente grãos pequenos e sementes, como linhaça, gergelim, chia, amêndoas laminadas, etc.

 

nutrição

 

AVEIA

Quando alguém procura ajuda para compor uma dieta balanceada, torna-se inevitável a indicação do consumo de cereais. Entre tantos, um que merece grande destaque é a aveia, um alimento de alta qualidade nutricional, rico em fibras solúveis e, que, por esse motivo, auxilia no bom funcionamento do intestino. Um estudo recente mostra que uma alimentação suplementada com aveia garante uma diminuição no nível de colesterol e, por consequência, protege contra doenças cardiovasculares.

Esse efeito do cereal acontece porque a aveia dificulta a absorção de diferentes tipos de gordura no intestino e, por isso, impede sua transformação em colesterol. Aconselha-se que o consumo de aveia deve ser de 75 g ao dia para o bom funcionamento do organismo. A aveia pode ser consumida em flocos, farelos e, em forma de mingaus ou associado a outros alimentos (frutas), com exceção de frituras.

O efeito benéfico com relação à redução de colesterol varia de pessoa para pessoa. Estudos comprovam que 70% das pessoas que ingerem aveia têm mais chances de conseguir tal diminuição.

Esse cereal não resolve por completo o problema do colesterol alto, pois ela é apenas um coadjuvante que auxilia nessa diminuição de colesterol. Aliar uma boa nutrição, exercícios físicos, controle do stress são medidas essenciais para o controle do problema.

Confira agora uma dica de alimentação incluindo o cereal: banana no forno com canela em pó, mel e aveia em flocos. Nesse prato, a aveia ajuda a liberar lentamente o açúcar da fruta e do mel. Assim garante disposição para você em suas atividades por um bom tempo.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste