Amigos fazem Páscoa de crianças mais doce e feliz

Espaço infantil • 29/03/2018 11:48:48

Ela foi ensinada que, humanamente, na vida não há diferença social e econômica. Que se alguém tirar todo o seu dinheiro e colocar na vida de outra pessoa continuaria a ser ela mesma, pois o que vale de verdade, o que realmente é importante é a essência de cada um. Seu nome é Desirée da Costa Nunes Bosso, 22 anos, estudante de psicologia que ontem, juntamente com seu namorado Tiago Bonfim e uma amiga, Fernanda Fonseca, levaram mais alegria, amor e doçura às crianças da Emei (Escola Municipal de Ensino Infantil) Rosângela da Silva, em Alfredo Marcondes, oferecendo-lhes uma mimosa cestinha com chocolates! Esta é uma das várias ações que estão sendo realizadas por várias pessoas, grupos de amigos em diversos lugares em toda a região, para celebrar a Páscoa!

Desirée diz que está apenas colocando em prática o que sua mãe passou para ela, a irmã Giuliana e o irmão Carlos Eduardo: o amor pelo próximo, estender a mão sem querer nada em troca. Sem esperar retorno. “E tem um lado meu em particular que ama crianças. O maior sonho da minha vida é ser mãe. Vou me formar no ano que vem e quero trabalhar com crianças porque gosto da inocência, da pureza que elas passam para a gente”, dispara Desirée.

Ela conta que comentou com seu pai sobre o seu desejo de montar algumas cestinhas com chocolates para distribuir para algumas crianças na escola. Ele, então, lhe deu algum dinheiro com o qual ela comprou doces. “Resolvi publicar no Instagran e Facebook para ver no que dava. De repente, muitas pessoas começaram a doar, doar e doar. Conseguimos um número maior que está sendo uma bênção. Quando a gente pensa que está acabando chegam mais e mais doces. É maravilhoso! Sem contar que toda a família e amigos mais próximos acabaram se envolvendo no preparo”, alegra-se Desirée.

 

Lição de casa

A futura psicóloga infantil diz que o contato e o pensar que teve nessas crianças deve-se a educação que recebeu em casa com os seus pais que sempre, sempre ensinaram a escala de valores e caráter quando ainda eram apenas crianças. “Eles diziam que tínhamos um pouco mais porque tivemos sorte. Então devemos oferecer um pouquinho de sorte para quem de repente nem tem mais esperança. Para a gente o preço que se paga em um chocolate pode não ser nada. A gente vai lá e compra. Mas, o mesmo chocolate para uma família onde tem cinco crianças para alimentar, por exemplo, é muito caro. Então se pude doar um pouco de amor para cada uma dessas crianças, conclui o meu objetivo. Porque de verdade, mais do que levar chocolates para as crianças o que eu realmente quis levar foi amor!”, exalta com a voz doce feito chocolate!

 

Doce infância

Lembranças de uma infância feliz! Com amor Desirée comenta que nasceu e cresceu em Alfredo Marcondes. Durante a semana ela está em Presidente Prudente, mas seus fins de semana são sempre lá. “Ali eu vivi toda minha infância e adolescência. E foi justamente nessa primeira fase da vida que aprendi tudo que quero passar aos meus filhos, assim como a minha mãe fez com a gente. Ela sempre foi um grande exemplo! Quando éramos pequenos ela cuidava de um monte de crianças que viviam na rua, sabe?! Que sem a gente chamar elas apareciam em casa e entre nós e elas não havia distinção. Minha mãe foi criando um laço amoroso com aquelas crianças, e consequentemente, nós também. O que a gente comia elas comiam. Do que brincávamos elas brincavam. Se a gente ia para a piscina, andar a cavalo, todos iam juntos!”, recorda saudosista a jovem.

OSLAINE SILVA
Da Redação

 


agenda

ARTE EM CENA

Menu Del Giorno”

Data: domingo

Horário: 15h

Local: Bosque do Sesc Thermas

Entrada: gratuita

 

OFICINA

Bordado em Talagarça”

Data: Domingo

Horário: 16h

Local: Bosque do Sesc Thermas de Presidente Prudente

Inscrições: gratuitas, na Central de Atendimento

 


livros

SURPRESA DE PÁSCOA

Sempre gostei de histórias - das contadas por minha mãe e das que eu lia sem parar, quando criança. Na escola, aquelas que eu imaginava em minhas redações às vezes causavam confusão. Alguns professores acreditavam nas coisas que eu escrevia e queriam saber se elas tinham acontecido de verdade. Decidi, então, reescrever algumas histórias que aconteceram comigo. Bem, alguns fatos ocorreram mesmo; outros, são pura imaginação de escritor. Não me pergunte qual deles é verdadeiro. Depois que a gente escreve uma história, tem a impressão de que a viveu de fato! A história deste livro fala de um domingo de Páscoa cheio de surpresas. Tomara que você goste dela e, quem sabe, se lembre de algo parecido que tenha ocorrido com você.

Ficha técnica

Autora: Telma Guimarães Castro Andrade

Editora: Atual

Preço: R$ 46

Foto: Divulgação

 

DONA GALINHA E O OVO DE PÁSCOA

Neste livro, um urso avista um bolo. Ele parece muito apetitoso. Mas, puxa, está bem lá no alto... Como o urso vai conseguir pegá-lo? Um livro para crianças bem pequenas em que se mostra o quanto é bom poder contar com a ajuda dos amigos — e de acontecimentos inesperados!

Ficha Técnica

Autora: Eliana Sá

Editora: Scipione

Páginas: 24

Preço: R$ 38

Foto: Divulgação

 

Close Criança

CHOCOLATES SÃO DISTRIBUÍDOS ÀS CRIANÇAS

Foto: AI | Pequenos mostram seus presentes

Ontem, a Prefeitura de Pirapozinho realizou a entrega de chocolates aos usuários da Casa da Criança e do Adolescente. A Presidente do Fundo Social, Vera Lúcia Vieira Padovan comenta que essa distribuição também ocorreu em todas as escolas municipais de ensino infantil e fundamental de Pirapozinho e do Distrito de Itororó do Paranapanema e na Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais). “Quero agradecer a todos que contribuíram para que pudéssemos proporcionar um dia mais alegre e doce para as nossas crianças”, enfatiza.

DA REDAÇÃO
Com AI

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste