Alunos são premiados em concurso de textos da EM Professor Ivo Garrido

Espaço infantil • 28/06/2018 06:19:00

Alunos da EM Professor Ivo Garrido comemoraram com um piquenique saboroso a premiação do 2º Concurso de Textos e o final do 1º bimestre letivo. O evento ocorreu no dia 11 de maio.

Pela proximidade da data, o Dia das Mães foi lembrado também. Assim, a classe da professora Susy Elaine, 5º ano A, homenageou as mães funcionárias com a música “O meu sangue ferve por você”, de Sidney Magal.

Para a competição, as produções textuais foram elaboradas segundo os gêneros trabalhados em cada ano. Desse modo, os 1º anos produziram bilhetes para as mamães e os 2º anos escreveram parlendas. Já os 3º anos mandaram cartas para personagens de histórias infantis e escreveram textos em prosa e verso. As fábulas foram produzidas pelas crianças dos 4º anos, enquanto os 5º anos optaram por crônicas e contos de mistério.

 

PARLENDA

ERA UMA BRUXA

À MEIA NOITE

EM UM CASTELO MAL ASSOMBRADO

COM A FACA NA MÃO

MATANDO FORMIGA NO CHÃO

 

Isabelly Ferri Lopes, 7 anos, 2º ano A

Professora Rosangela Cristina Zampieri

ORIENTADORA PEDAGÓGICA: Maria de Lourdes da Conceição Silva

EM Professor Ivo Garrido

 

Os vencedores, 1º e 2º colocados de cada sala, foram premiados com um conjunto composto por livros e gibis. O dia foi abrilhantado quando os primeiros colocados leram o que haviam escrito com carinho e dedicação. Entrevistando-os sobre dicas para se escrever bem e os sentimentos ao saberem do resultado do concurso, pudemos observar o quanto este evento foi produtivo. Os participantes relataram que se sentiram felizes, surpresos, honrados e até nervosos ao saberem que foram vencedores. 

Karlos Homero Neves Mancini do 5º B, 10 anos, disse que imaginar toda a história para depois escrever, lhe ajuda a ter boas ideias, sem esquecer-se da pontuação para produzir bons textos. Já as alunas do 5º A, Isabela Vieira Lourenço, 10 anos, e Analiz Marcelino Silva, 10 anos, enfatizaram ações como ler e escrever muito, todos os tipos de textos, e tentar fazer o melhor.

Os alunos do 4º B, Luiz Antônio Rodrigues Neto, 10 anos, e Gabriela Matricardi Lima, 10 anos, destacaram o ato de “lembrar de outras histórias e misturar os textos e também pensar em cada palavra, se pode trocar por outra ou deixar como esta.” Mariáh Isabela Fernandes, 8 anos, e Samuel Nogueira Seno do 3º B, 8 anos, deram como dicas para produzir um bom texto: “usar a imaginação, ser criativo, pensar com determinação, muita atenção e silêncio”.

Leonardo Cavalcante Oish, 9 anos,  e Wellington Bruno Rodrigues, 9 anos, ambos do 4º A, destacaram a concentração e o ato de ler e escrever todos os dias também como dicas valiosas. Além desses, foram premiados também os alunos: Mariah Xavier D'andrea, 7anos, 1º A; Diogo Augusto Badaró, 6 anos, 1º A; Vitor Tomé Cabral, 7 anos, 1ºB; Lívia Cordeiro Polidoro, 6 anos 1º B; Isabelly Ferri Lopes, 7 anos, 2º A; Felipe Pinheiro Alves Silva, 8 anos, 2º A; Maria Valentina Prado, 8 anos, 2º B; Fernanda Aparecida Lopes, 7 anos, 2º B; Larissa Victória S. Santos, 8 anos, 3º A; Beatriz Lourenço Castilho, 8 anos, 3º A; Estevão Silva Correa, 11 anos, 5º ano B.

 

Alunos do 4º ano B

Professora: Sônia Regina de Souza Molina Venturim

Orientadora pedagógica: Maria de Lourdes da Conceição Silva

EM Professor Ivo Garrido

 

O solo e a chuva

 

Após estudarmos o conteúdo de Ciências do 2º bimestre, 4º ano, que tratou sobre o solo e erosão, resolvemos construir dois morros iguais, misturando areia com terra. Em seguida cobrimos um deles com plástico e com o auxílio de um regador,  simulamos fortes chuvas caindo sobre os mesmos.

Podemos perceber que quando a chuva cai muito forte, pode ocorrer deslizamento de terra, o que aconteceu com o morro que não estava protegido com o plástico, enquanto o outro a água levou toda terra do topo para baixo.

Concluímos então, que existe uma maneira de evitar, ou pelo menos amenizar esse efeito da chuva nos morros: colocando lonas ou construindo curva de nível.

Texto e ilustração: Guilherme Daniel Bianche, 10 anos, 4º ano A

Professora: Daniele C. Antunes Barbosa

Orientadora pedagógica: Maria de Lourdes da Conceição Silva

EM Professor Ivo Garrido

 

MEIO AMBIENTE DOS SONHOS

Aluna: Mayna Letícia Tavares, 6 anos, 1º ano B

Professora: Daniele Tieme Lima

Orientadora pedagógica: Maria de Lourdes da Conceição Silva

EM Professor Ivo Garrido

 

JOGO DOS SETE ERROS

 

 

Resposta

1- nuvem

2-frutas

3-janela

4-flor do lado direito

5-flor do lado esquerdo

6-tronco

7-canteiro de flores

Aluna: Maria Valentina Prado, 8 anos, 2º ano B

Professora: Cristiane de Castro Chagas Silva

Orientadora pedagógica: Maria de Lourdes da Conceição Silva

EM Professor Ivo Garrido

 

CRUZADINHA

 

MEIO AMBIENTE

Complete a cruzadinha localizando no banco de palavras abaixo, o que encontramos no Meio Ambiente e alguns cuidados que devemos ter.

 

LIXO - MEIO AMBIENTE – MATAS – PRESERVAR – ATITUDE – HOMEM  - ÁRVORES RECICLAR- PLANTAR

 

Aluna: Isabelly Ferri Lopes, 7 anos, 2º ano A

Professora: Rosângela Cristina Zampieri

Orientadora pedagógica: Maria de Lourdes da Conceição Silva

EM Professor Ivo Garrido

 

HISTÓRIA EM QUADRINHOS

CONSUMO CONSCIÊNTE

Alunas: Isabella Gonçalves Batista e Sophia Caroline Cardine Silva, 8 anos, 3º B

Professora: Nádia Aparecida Santos

Orientadora pedagógica: Maria de Lourdes Conceição Silva

EM Professor Ivo Garrido

CAÇA-PALAVRAS

 

Localize no caça-palavras, palavras que completam as frases dando dicas de como  economizar água.

 

 

C

F

E

C

H

A

D

A

O

M

F

T

O

X

O

C

M

A

Y

R

L

Ç

U

N

B

P

D

C

O

N

S

E

R

T

A

D

O

S

E

Z

J

N

F

S

W

O

M

Q

X

R

I

W

A

P

O

T

A

V

E

L

B

H

Y

L

Q

L

A

M

V

T

L

A

P

R

S

Y

J

M

P

U

I

V

R

I

A

P

C

P

A

T

B

O

A

Z

R

O

N

F

D

T

L

R

P

E

T

V

A

S

S

O

U

R

A

E

H

O

T

M

T

R

A

 T

A

D

A

L

T

N

O

Y

 

 

   VASSOURA – TRATADA – CONSERTADOS – POTÁVEL – FECHADA – ECONOMIZAR

            

1-           Para a água não acabar é necessário_______________________

2-           Não lave calçadas, utilize_________________________________

3-           Ao escovar os dentes, a torneira deve ficar__________________

4-           A água própria para o consumo humano é a ________________

5-           Vazamentos devem ser__________________________________

6-           A água deve ser ________________________________________

 

Aluna: Larissa Victoria de Sousa Santos, 8 anos, 3º Ano A

Professora: Lúcia Helena da Silva Santos

Orientadora pedagógica: Maria de Lourdes da Conceição Silva

EM Professor Ivo Garrido

 

CHARGE

Alunas: Júlia de Souza Cardoso e Ana Júlia Lima do Carmo, 10 anos, 5º Ano B

Professora: Marcos Cheres

Orientadora pedagógica: Maria de Lourdes da Conceição Silva

EM Professor Ivo Garrido

 

Resgatando brincadeiras antigas

 

No início do ano letivo, ao iniciar as aulas de Educação Física, apresentei aos alunos as primeiras atividades. Decidi começar com alongamentos simples e alguns jogos conhecidos contemplando regras, coordenação e agilidade.

Logo na primeira aula, pude observar que grande parte dos alunos demonstrava pouca coordenação, dificuldade em lateralidade e o que mais me chamou atenção era o desânimo e falta de envolvimento nas atividades.

Paramos a aula e sentamos para conversar, para poder compreender a situação e a reação das crianças frente às aulas. Quando questionei quais brincadeiras eles brincavam, a grande maioria disse que praticava esporte uma ou duas vezes por semana em projetos oferecidos pela escola. Mas, e as brincadeiras de rua, próprias da idade? Percebi que a maioria das crianças quase não brinca mais, o que me deixou preocupada.

Foi quando tive a ideia de apresentar algumas brincadeiras da minha infância, resgatando com isso o tempo em que bastava imaginação, criatividade e muita disposição!

Comecei, junto com a sala, a confeccionar materiais para as aulas de Educação Física, como: vai-e-vem com garrafa Pet, saquinhos para jogar 5 Marias, pular elástico, barbantes para jogar cama-de-gato.

O resultado foi imediato. As crianças não só adquiriram o gosto pelo brincar, como as famílias puderam relembrar o tempo antigo e participar aos seus filhos. Hoje, como diz os alunos do 5° ano A, “as aulas são legais, divertidas e bem diferentes”.

 

 

Professora: Suzy Elaine Barbosa da Silva Pinho, 5º Ano A

Orientadora pedagógica: Maria de Lourdes da Conceição Silva

EM Professor Ivo Garrido

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste