5ºA da E.M Catarina Artero apresenta resultados das ações desenvolvidas

O Imparcial na Escola • 14/08/2018 07:00:00

. Foto: Cedidas: E. M. Prof.ª Catarina Martins Artero

No 1º semestre deste ano, na sala do 5ºA da E. M. Prof.ª Catarina Martins Artero, foi dado início ao projeto “O Imparcial na escola”, qual se estenderá ao longo do ano de 2018. Durante esse período inicial trabalhando com o jornal em sala e propondo diversas atividades, o material tornou-se um importante instrumento de ensino-aprendizagem.  O trabalho com os jornais, além de ampliar o universo dos alunos, tem colaborado na formação de leitores competentes e propiciado aulas mais interessantes e dinâmicas.

O jornal impresso como recurso didático tem possibilitado aos alunos o trabalho com diversos textos, além de despertar neles habilidades como pesquisar, criar, pensar, criticar, produzir, interpretar, corrigir, dentre outras possibilidades.  

Parte a parte

O projeto iniciou com os alunos conhecendo os cadernos que compõem o jornal O Imparcial, e os termos utilizados (seção, manchete, lead, colunas, cadernos, olho da reportagem), entre outros até então desconhecidos pelos alunos. Depois passaram a conhecer a importância e o objetivo de cada caderno, as intenções, o tipo de linguagem utilizado, além da estrutura, e o público alvo. Após conhecerem as partes e características do jornal, os alunos passaram a utilizá-lo com mais frequência na sala de aula e também em casa. Em sala foram realizadas atividades com o objetivo de estimular a leitura e a escrita, proporcionar a formação crítica dos alunos, divulgar informações regionais, promover o trabalho coletivo, informar sobre temas atuais, desenvolver a capacidade leitora, pesquisar, elaborar produções de texto e trabalhar a oralidade.

Relato de uma das atividades realizadas com o jornal

Foi distribuído aos alunos jornais de diferentes datas. Os alunos folhearam os cadernos em busca de uma notícia que considerasse interessante a ser trabalhada. Após encontrarem a notícia, eles necessitariam estar atentos às informações relacionadas a notícia encontrada: Jornal, título, data, local de produção e circulação, o que aconteceu na notícia, como, quando, onde, a importância da notícia e a descrição dela.

Após organizarem essas ideias no caderno, os alunos fizeram um relato expositivo para a sala da notícia lida, informando assim aos demais alunos sobre que foi pesquisado. Para que todos pudessem relatar o que foi pesquisado, foram necessárias 4 aulas.

Conscientização no trânsito

“Ação orienta cidadãos sobre papel do pedestre”. Na manhã do dia 26 de maio de 2018, agentes da Semav (Secretaria Municipal de Assuntos Viários e Cooperação em Segurança Pública), iniciou um trabalho de conscientização sobre o papel do pedestre no trânsito. Esse trabalho foi realizado no calçadão de Presidente Prudente, e teve início devido aos muitos casos de atropelamentos registrados no ano de 2017.  Além dos motoristas, os pedestres também devem respeitar as leis de trânsito: atravessando na faixa de pedestre, não usando celulares na rua, respeitar os sinais de trânsito, etc. Nesse dia, foram distribuídos panfletos, adesivos e sacolinhas de lixo para condutores. Durante a noite também teve ação de conscientização. A secretaria pretende dar continuidade à campanha em bares, entregando mensagens educativas, como: “Se beber não dirija”, passeios ciclísticos em prol da vida na Praça do Centenário, e disponibilizar a biblioteca móvel nas proximidades da Semav onde será oferecido materiais de educação para o trânsito. (Gabriela Corrêa Vieira, 11 anos)

Falta limpeza

“Munícipes pedem ampliação da varrição pública e elogiam bairro”. Os moradores do bairro Malaman, em Presidente Prudente, estão solicitando que as ruas sejam varridas com mais frequência. Por se tratar de um bairro bastante arborizado, as vias estão sempre cheias de folhas, o que dificulta a passagem de pedestres. Segundo relato de alguns moradores a coleta não recolhe toda a sujeira, além de demorar em retirar os galhos, que acaba sendo feito por eles próprios para colaborar com a limpeza local. Em resposta, a Prudenco relatou que a limpeza das ruas dos de todos os bairros está em dia, realizada uma vez por semana, e que o motivo de tantas folhas é por causa da época do ano. Apesar do problema, os moradores gostam muito do lugar. Maria da Conceição relata que mora nele ha três anos, e se sente segura. Outros relatam que o bairro fica próximo de tudo, hospital, UBS (Unidade Básica de Saúde) tem acesso a áreas de lazer. É um bairro bom! (Kauan Fernando Jesus de Freitas, 11 anos)

Professora Sabrina Gonçalves do Prado Sá

Orientadora Pedagógica: Renata Guilhem

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste